Categorias
Intercâmbio

Visto australiano: confira os principais tipos para intercâmbio

Morar, estudar e trabalhar na Austrália é um sonho possível e, nesse artigo, vamos te ajudar a realizar este desejo! Explicaremos tudo sobre o processo de aplicação do seu visto australiano para aprender inglês em um dos destinos de intercâmbio mais populares do mundo!

Além disso, como há vários tipos de visto australiano, vamos te apresentar as modalidades mais populares e aquele, dentre todos, que é específico para o seu programa de intercâmbio na Terra dos Cangurus!

Então, antes de mais nada, é preciso saber que o visto australiano é o documento emitido pelo governo da Austrália, que concede a permissão para um estrangeiro ingressar no seu território por um determinado período de tempo.

Na verdade, a exigência não é uma particularidade da Austrália e o documento para a autorização de entrada é uma exigência em todos os países que exigem visto dos visitantes provenientes do Brasil.

Dessa forma, como a Austrália é um dos países que exigem visto para os turistas brasileiros, o visto australiano garante que você possa entrar legalmente no país, de acordo com os objetivos da sua viagem.

Assim, para fazer uma curta viagem de lazer, o visto de turista é suficiente. No caso de uma viagem para estudos, dependendo da duração do curso, o viajante vai precisar do visto de estudante.

Em verdade, existem mais categorias de visto australiano, como por exemplo, visto para trabalho e qualificação, visto para refugiados e humanitários, visto para família e parceiro, dentre outros.

Sendo assim, a lista dos tipos de visto australiano pode ser bem extensa. Porém, para aqueles que planejam morar na Austrália para visitar ou estudar e trabalhar, as modalidades de visto mais importantes são o visto de turista e o visto de estudante.

Por isso, neste post, vamos nos concentrar apenas nesses dois tipos de visto australiano e esclarecer tudo o que você precisa saber antes de embarcar para o destino do melhor intercâmbio da sua vida!

Visto australiano: visão geral

Como já comentado acima, a Austrália é um dos países que exigem visto para os brasileiros. Dessa forma, os viajantes do Brasil, independente do motivo da viagem, precisam solicitar um visto australiano.

Nesse sentido, atualmente, todos os pedidos de visto australiano estão sendo processados de forma eletrônica.

Dessa maneira, os candidatos devem acessar o portal do governo australiano e seguir as orientações informadas, de acordo com o tipo do visto: turista ou estudante.

E, durante as etapas, você poderá ter que separar e apresentar vários documentos requeridos.

Como o tempo de processamento pode ser longo, é sempre recomendável aplicar para o visto australiano com bastante antecedência: pelo menos 90 dias antes da viagem.

Visto australiano: requisitos e documentação necessária

É muito importante lembrar ainda que, a emissão do visto australiano pelo governo do país, está condicionada à análise do caráter e do perfil de cada viajante e do motivo da sua viagem.

Os dois visto de entrada mais populares são o de turista e estudante. Confira mais a seguir.

Quais são os 2 principais tipos de visto australiano para fazer um intercâmbio?

Visto de turista

Nesta modalidade de visto australiano, o visitante deve solicitar o visto de turista, de forma online e fora da Austrália, antes de viajar.

O tempo de permanência concedido pode ser de 3, 6 e 12 meses. Entretanto, geralmente a permissão é para apenas 3 meses.

Durante este período, o visitante poderá viajar livremente pela Austrália e até fazer um curso de inglês com, no máximo, 90 dias de duração.

Para o visto de turista, o valor é de AUD145 e NÃO permite trabalhar na Austrália.

Os documentos obrigatórios são:

  • Passaporte
  • Formulário
  • Pagamento da taxa

Esses documentos são suficientes para submeter a aplicação. No entanto, o oficial de imigração, se julgar necessário, pode solicitar documentos complementares, como:

  • Carta do empregador confirmando o vínculo empregatício
  • Prova que o aplicante possui recursos financeiros para se manter no período
  • Comprovante de matrícula da escola ou universidade;
  • Carta convite de um familiar ou amigo na Austrália
  • Entre outros.

Visto de estudante

Caso o estudante pretenda fazer um curso com a duração superior a 3 meses, ele pode aplicar para o visto australiano de estudante, que também pode ser solicitado uma vez dentro do país.

Com processo igualmente online, sua validade está diretamente relacionada ao programa de estudos. Por isso, um documento que comprove seu vínculo com a instituição de ensino é fundamental.

Por isso, o tempo de permanência efetivo do aluno no país vai depender, dentre outros requisitos, da duração e da modalidade do curso escolhido.

Outro ponto importante é que, quando aplicado antes de embarcar, o visto de estudante já vem com a autorização para trabalhar, quando aplicável.

Assim, durante o período das aulas, a permissão para o aluno trabalhar é de 20 horas semanais. Nas férias estudantis, ele pode trabalhar por até 40 horas por semana.

Contudo, é necessário esclarecer que o intercambista não sai do Brasil com o emprego garantido, ok? Uma vez na Austrália, ele é o responsável por encontrar uma vaga adequada ao seu perfil e objetivos.

Mas fique tranquilo porque nossas escolas parceiras dão todo o suporte na facilitação dos documentos necessários, para que você tenha toda a certeza de que vai trabalhar em um ambiente seguro e adequado.

O investimento para solicitar o visto de estudante é de AUD630 e deve-se ainda, apresentar documentos específicos adicionais, além dos citados mais abaixo no texto.

Como por exemplo, o Seguro Saúde Governamental OSHC, o comprovante de matrícula no curso, o certificado de proficiência na língua inglesa e as cartas de recomendação acadêmica.

Quais as principais cidades para fazer intercâmbio na Austrália?

Neste ponto, você já deve estar querendo fazer um intercâmbio na Austrália, mas ainda não sabe onde, não é mesmo?!

Então, veja estas espetaculares opções de destinos na Terra do urso Coala e já pode começar a organizar as malas!

As cidades abaixo contam com excelente infraestrutura básica, escolas que possuem elevado padrão de ensino, além de muitas atrações sensacionais! São opções que incluem muito contato com a natureza, história e cultura.

Assim, vão transformar o seu intercâmbio em uma viagem não somente para estudar, mas também para interagir intensamente com a população local, conhecer e absorver a sua cultura, além de curtir e se divertir muito! São elas:

  • Brisbane
  • Darwin
  • Gold Coast
  • Melbourne
  • Perth
  • Sydney

Como é o intercâmbio para estudar e trabalhar na Austrália?

O intercâmbio para estudar e trabalhar na Austrália da IE Intercâmbio é incrível!

Possibilita enorme aprendizado e desenvolvimento pessoal para o aluno. Além de aprender o inglês, ele vai poder interagir com muita gente legal e ampliar a sua rede de relacionamentos.

Vai trabalhar o autoconhecimento, a maturidade e a autonomia, adquirir maior responsabilidade, autoconfiança e uma vivência internacional diferenciada.

O trabalho em uma empresa estrangeira vai conferir ainda, grande experiência profissional e enriquecer ainda mais o currículo do aluno.

Confira os detalhes deste programa sensacional!

  • Duração mínima do curso: 14 semanas
  • Carga horária mínima de aulas: 20 horas horas por semana
  • Período de trabalho permitido: durante a duração do curso
  • Horas de trabalho permitidas durante as aulas: até 20 horas semanais
  • Horas de trabalho permitidas nas férias e feriados: até 40 horas por semana
  • Remuneração média salarial: AUD 16.88
  • Visto: solicitado no Brasil e já vem com a permissão de trabalho
  • Quando ir: alta temporada (dez/jan/fev), pois tem mais ofertas de trabalho

E ainda, como principais requisitos para participar desse programa para estudar e trabalhar na Austrália, o intercambista deve apresentar os seguintes documentos:

  • Passaporte válido
  • Visto
  • Seguro Saúde Governamental OSHC
  • Comprovação financeira

Os intercambistas podem ficar hospedados em residências estudantis, apartamentos alugados ou em casas de famílias australianas, chamadas de homestay ou host family.

Cada uma das opções confere vantagens para o estudante, de acordo com o seu perfil e objetivos.

Para estudantes mais autônomos e com perfil mais independente, as residências estudantis e os apartamentos alugados podem ser uma excelente opção de acomodação.

Por sua vez, a modalidade de host family proporciona imensa interação pessoal e um mergulho profundo na cultura australiana, suas tradições, hábitos, comemorações, gastronomia e muito mais.

Além disso, a vivência em um ambiente familiar estreita os laços entre o intercambista e a família, e ambas as partes podem se beneficiar deste intenso convívio.

Intercâmbio na Austrália é com a IE!

Em resumo, neste artigo, procuramos esclarecer o que é o visto australiano, mostrar duas principais modalidades e explicar o processo para solicitação.

Apresentamos também, opções de cidades perfeitas para você morar e os detalhes do sensacional programa de intercâmbio para estudar e trabalhar na Austrália.

Se curtiu nosso conteúdo, quer mais informações ou ainda está em dúvida, entre em contato com nossa galera! Você vai obter todas as respostas e muitas dicas para solicitar o visto australiano mais adequado ao seu intercâmbio!

Deixe um comentário