Quem vai a São Francisco precisa ver/entender/perceber

Imagem

1. Que tudo lá é engajado, amigo do meio ambiente e protetor das minorias
Salada? Só se for orgânica. Hamburguer? Pode ser vegano? Petições? Eles amam! Leite? Sem glúten, sem lactose, feito de amêndoas cultivadas em terras por agricultores com direitos básicos garantidos e horas extras pagas em dobro. Os San Franciscanos se preocupam e muito com manter o comércio local vivo (as pequenas lojas vs. as grandes redes). E isso é massa, porque mantém a aura hippie e contestadora que lhes define.

Imagem

2. Há um montão de mendigos – alguns deles até com orgulho
A maioria dos mendigos de San Francisco não mexe com ninguém, e não caras criminosos. Alguns são caras que não voltaram ainda da onda dos 60s, você sabe… geralmente estão arrastando seus carrinhos, e com um violão debaixo do braço, pedindo ajuda. Eles são apoiados pelo governo de muitas formas para deixar a mendicância, mas alguns deles não pensam em perder os benefícios. Pra não ficar sem fazer nada, alguns desenvolvem projetos paralelos: pintor-mendigo-maratonista (ver artigo no SFGate). Surreal.

Imagem

3. San Francisco é o lugar para gente criativa (e que gosta de ganhar dinheiro).
Com a explosão da nova era da internet e das start-ups (estamos falando de Apple, iPhone, aplicativos, AirBnB), San Fran e o Vale do Silício viraram a meca da tecnologia mundial. Enquanto New York é o centro de finanças, e Los Angeles do entretenimento, os tipos mais inteligentes (e ambiciosos) da economia criativa estão se enraizando por lá. Pra quem curte nerdices e o sonho de mudar o mundo com a tecnologia, não há ambiente mais fértil. Tá rolando um dinheiro brabo por lá.

Imagem

4. É uma cidade pequena.
Fiquei espantado. San Francisco só tem 800 mil habitantes. Significa que São Francisco é do tamanho de João Pessoa, na Paraíba. Sem nenhuma ofensa aos pessoenses (minha família é de lá), mas a gente chega em SF achando que tá indo para uma super metrópole. E é de fato, uma super cidade pequena, muito à frente de seu tempo, cheia de gente cool.

Imagem

5. Parece a Europa, só que é mais barata.
Pense em casas vitorianas (a cara da Inglaterra), trens e bondes (a cara de Lisboa), o charme liberal-intelectual (a cara da França). Só que com preço em dólar (uns 30% mais barato que o Euro). Será que já consegui te convencer?

Deixe um Comentário

Envie um Whatsapp

Precisamos de algumas informações para enviar sua mensagem.

Condições Gerais

*Valores expressos em reais com o câmbio de 01/11/2018, considerando USD = R$ 3,87; AUD = R$2,81; CAD = R$ 3,02; EUR = R$ 4,51; GBP = R$5,15 e NZD = 2,73. Haverá atualização do câmbio no ato da compra. Parcelamento em até 13x sem juros, sendo 30% de entrada + 12 vezes no cartão de crédito, restrito à programas com destinos e durações específicas e sujeito a disponibilidade de datas. Desconto de taxas e de até 40% no valor dos cursos de idioma, com escolas específicas. Promoção com 1 semana de seguro Global gratuita para programas com duração superior a 3 semanas. Não inclui taxa de consultoria no valor de USD 129, CAD 185, AUD 185, GBP 99 ou EUR 129, a ser cobrada na moeda do programa. Todos os programas possuem vagas limitadas que podem se encerrar sem prévio aviso. Serviço de assessoria de visto requer aplicação de visto com prazo mínimo de 3 a 5 meses antes do início do programa. Fale com seu consultor IE para maiores informações.