Intercâmbio para trabalhar: 3 opções de programas para você

Intercâmbio para trabalhar: 3 opções de programas para você

Quem não ia querer viver uma experiência de emprego internacional? Alguns programas de intercâmbio para trabalhar permitem que os participantes estudem e/ou trabalhem durante sua temporada no exterior.

Por isso, hoje nós decidimos falar mais sobre, além de te apresentar possíveis destinos e contar que opções são essas de intercâmbio para trabalhar fora. Além disso, são programas que geralmente possuem melhor custo benefício e vamos te explicar o porquê durante esse artigo.

Nesse sentido, um intercâmbio para trabalhar é ideal para quem quer passar um tempo maior fora, adquirir uma experiência estrangeira de emprego no currículo, vivenciar uma nova cultura e desenvolver relações profissionais que perdurem. 

São diversas possibilidades de trabalho que você encontra no exterior. Em alguns programas específicos você já do Brasil sabendo com o que vai trabalhar. Porém, no de Estudo e Trabalho é responsabilidade do participante encontra uma oportunidade.

Um dos benefícios que muitos enxergam nessas modalidades que envolvem trabalho é o custo benefício e o fato de que você consegue recuperar parte do que investiu. Ou seja, esse dinheiro que retorna pode auxiliar, por exemplo, nas despesas do cotidiano.

Estudantes com idade mínima de 18 anos podem trabalhar no exterior, mas precisam deter de conhecimento a nível intermediário do idioma do país escolhido. Além disso, precisam ter concluído o ensino médio. 

Assim, é extremamente interessante que durante o processo de inscrição o participante esteja em contato com uma agência de intercâmbio. Isso deve acontecer com antecedência ao período que o participante gostaria de embarcar.

Já confere abaixo os destinos e vai escolhendo o seu para viver a experiência de trabalhar em outro país:

  • Austrália
  • Canadá
  • Irlanda
  • Malta 
  • Nova Zelândia
  • Emirados Árabes
  • Estados Unidos

Descubra quais os 3 programas de intercâmbio para trabalhar no exterior:

 

Estudo e Trabalho

O programa para Estudar e Trabalhar é uma ótima oportunidade para quem quer aperfeiçoar um idioma, trabalhar e conquistar um auxílio no custo de vida. Assim, esse tipo de programa é realizado em países onde o governo concede a permissão temporária de trabalho para quem está estudando.

Dessa forma, o visto de estudante concede essa permissão, já que alguns destinos permitem a entrada de estrangeiros por determinado período sem a necessidade de visto.

Logo, a duração do programa pode variar de acordo com cada destino e objetivo. Porém, a partir de 16 semanas. Austrália, Irlanda e Nova Zelândia são os lugares mais escolhidos por quem opta por Estudar e Trabalhar fora.

Nesse sentido, é mais recomendado para pessoas que dispõem de um período acima de 4 meses. Claro que você pode ficar menos, mas em caso apenas de estudo do idioma. Para trabalhar, principalmente se tiver um nível inferior de idioma, precisará passar um maior período.

Sobre as ofertas de emprego, as mais comuns são em áreas de serviços e atendimentos, em bares, cafés, hotéis, restaurantes, pubs, supermercados, entre outros. Durante o período de estudo, você poderá trabalhar meio expediente (20h/semana) e nas férias 40h/semana.

 

Work Experience

Work Experience IE nos EUA é a modalidade de intercâmbio de trabalho remunerado durante as férias do estudante universitário. Por esse motivo, já fica evidente que um dos requisitos, é que o participante esteja matriculado em uma instituição de ensino superior no Brasil, não podendo estar com a matrícula trancada.

Dessa forma, as vagas disponíveis contemplam trabalhos em estações de esqui, resorts, hotéis, parques aquáticos, lojas, restaurantes, entre outros. A jornada de trabalho pode variar, sendo de 32h ou 40h.

Assim, na hora de delegar funções, os empregadores levam em consideração algumas coisas, como nível do idioma, flexibilidade, capacidade de adaptação e o que considerar necessário para determinadas funções.

Jovens, de ambos sexos, devem ter entre 18 e 29 anos, ser estudante universitário, ter inglês intermediário ou avançado e basicamente ter férias de 2 a 4 meses. Demonstre interesse e sede de aprendizado, mostre empenho, isso conta bastante. 

 

Au Pair

Para candidatas do sexo feminino, o Au Pair contempla jovens de 18 a 26 anos que desejam e têm a possibilidade de passar um tempo maior no exterior. Isso porque o programa tem a duração mínima de 12 meses, podendo até ser estendido.

Nesse sentido, nessa modalidade, além de participar das atividades das crianças como uma irmã mais velha, a participante tem a oportunidade de estudar enquanto trabalha e de vivenciar na pele um estilo de vida americano morando com uma família típica. 

Como ter mais imersão do que isso, não é? O programa de Au Pair é o que possui investimento mais reduzido, além de ser bastante procurado. É necessário que as participantes cumpram alguns pré-requisitos, como ter inglês a partir do intermediário, não fumar, ser solteira e não ter filhos, ter habilitação, ter experiência comprovada com crianças e mais. 

 

Afinal, o que achou sobre os programas de intercâmbio para trabalhar no exterior? São muitas possibilidades, né? Cada modalidade com suas particularidades, mas sempre há um intercâmbio ideal para o seu perfil, preferências e objetivos. Estamos aqui para te ajudar a achar o seu match perfeito e te auxiliar nesse processo.

Por isso, não hesite em nos procurar e abusar das perguntas sobre duração, destino, programa, curso, trabalho e o que mais você quiser saber. Logo, se planeje para embarcar com a IE nesse sonho e conquistar boas memórias e aprendizados que só um intercâmbio pode oferecer.

Fique por dentro de tudo sobre intercâmbio

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *