O que fazer no Japão: 5 dicas incríveis sobre turismo nesse destino

O que fazer no Japão: 5 dicas incríveis sobre turismo nesse destino

Já pensou que incrível seria viver uma experiência de turismo no Japão? O país de cidades densas e palácios imperiais conta com milhares de santuários e templos que guardam história e costumes. Por isso, vamos dar dicas sobre o que fazer no Japão durante uma viagem de turismo ou mesmo de intercâmbio para o destino. 

Nesse sentido, começamos falando que o que fazer no Japão vai além de conhecer os lugares mais famosos ou apenas bater perna pelas ruas. 

Em outras palavras, esse destino te reserva muitas surpresas e também muito aprendizado. Tóquio, capital do país, é uma super-megalópole do planeta, limpa e organizada. O que fazer no Japão é sobre sushi, samurai, compras e passeios também.

Logo, a capital do Japão consegue unir tranquilidade com agito ao mesmo tempo. Tóquio é uma cidade iluminada, colorida cheia dos bons costumes e de um povo que representa isso muito bem. 

Atualmente não é difícil se comunicar em inglês pelo país, com estrangeiros e nativos que falam o idioma, se torna mais fácil se comunicar por lá. Assim, seja para ir a um restaurante ou visitar um ponto turístico, a comunicação expande horizontes.

O que a gente precisa te contar é que você pode fazer um curso de idiomas no país e assim passar um tempo maior conhecendo o Japão. Além, óbvio, de desenvolver ou aperfeiçoar habilidades em um idioma. 

Por isso, fazer um intercâmbio no Japão é ter a experiência de aprender dentro e fora de sala de aula. Vivencie a cultura de um outro país e aprenda com quem mais sabe: os nativos. 

Antes de conferir as dicas sobre turismo no Japão, veja algumas opções de destinos para você fazer um curso de idiomas:

  • Tóquio
  • Nara
  • Kyoto
  • Osaka

 

Descubra 5 dicas incríveis sobre o que fazer no Japão durante sua estadia na terra do sol nascente:

 

Monte Fuji

Esse ponto é uma parada obrigatória de quem vai ao Japão. Localizado entre duas províncias, a de Shizuoka e Yamanashi, especificamente na ilha de Honshu. É considerada a mais alta montanha da ilha e de todo arquipélago japonês.

É um vulcão marcado por simetria e beleza. Acabou se tornando uma das principais atrações do país, além de ser reverenciado pelos japoneses. Durante a primavera, muitos consideram que a estrutura alcança sua beleza em altos níveis.

Isso porque a montanha fica coberta por flores de cerejeira e a neblina forma praticamente uma nuvem em formato de moldura. É um cenário que vale a pena ser contemplado.

 

Atomic Bomb Dome

A cúpula da bomba atômica foi registrada como Patrimônio Mundial da UNESCO. O cenário é um legado que ficou após toda tragédia. Por isso, é considerado um dos lugares mais importantes do mundo para pedir pela paz.

Muitos visitam o lugar para orar e refletir sobre os acontecimentos que marcaram aquele local, além dos pedidos de tranquilidade para si e para a sociedade. Hiroshima se tornou uma representação de protesto pelo fim das guerras e armamentos.

“Que todas as almas aqui descansem em paz, para que nunca mais repitamos esse mal”  é a mensagem escrita no memorial.

 

Castelo de Himeji e Monumentos de Nara

Um dos mais bonitos castelos do território Japonês, o castelo de Himeji saiu ileso a tantos desastres e guerras que envolveram a nação. Os detalhes de sua construção além de contarem muitas histórias, representam fielmente marcas do passado.

Assim, o castelo é considerado um Tesouro Nacional do Japão, é um dos mais visitados do país, se não for o mais. Já serviu de cenário para filmes e possui uma arquitetura belíssima.

Já os monumentos históricos de Nara, que foi a capital do país por um período, em meados dos anos 700 d.C, traz consigo inúmeras marcas de histórias, povos e um passado marcante. Contemplada de muitos museus e templos, é um ponto turístico que conta muito para os visitantes.

 

Templo Kiyomizu-dera

Patrimônio Mundial da UNESCO, o templo conhecido oficialmente por Otawa-san Kiyomizu-dera é parte dos monumentos históricos da Antiga Quioto. Um templo de água pura, com uma fonte que é visitada e contemplada por turistas e nativos.

Foi construído em uma das mais altas montanhas de Kyoto, junto a cachoeira de Otowa e, por isso, o nome se origina através do movimento de queda da água. Ou seja, visita a esse local é uma experiência única e que vai fazer diferença na sua viagem.

 

Castelo de Osaka

Do mesmo modo, uma das cidades mais bonitas do país, Osaka detém diversos dos pontos turísticos do Japão espalhados em seu território. Um deles é o Castelo de Osaka, que se encontra situado no alto de uma colina e rodeado de cerejeiras.

Logo, você não pode perder a chance de conhecer a parte interna desse terreno que é onde se encontram algumas exposições. O seu interior é aberto para visitas e o ambiente conta muitas histórias de antigos japoneses. 

 

Enfim, essas foram algumas dicas preciosas sobre o que fazer no Japão. Se você se sentiu atraído a passar um tempo maior no destino e aproveitar para estudar, saiba mais sobre o curso de idiomas que a IE oferece neste destino.

Porém, se você prefere vivenciar essa experiência de estudo e até mesmo de trabalho no exterior, consulte nossos especialistas em intercâmbio e viagem. Aproveite o momento para planejar e futuramente viver esse sonho.

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *