Patagônia Chilena: porque percorrer a Carreteira Austral

Patagônia Chilena: porque percorrer a Carreteira Austral

A Patagônia Chilena já é um fascínio. E quando a estrada para chegar até ela também é uma atração turística? 

 

São 1.240 km de extensão, onde o viajante vai dos lagos gelados de Porto Montt, o marco zero da estrada, aos bosques “siempreverdes” da Patagônia chilena. A Carreteira Austral passa por rios, vales, geleiras, glaciais suspensos, parques nacionais e formações rochosas em meio a um lago de águas azuladas. Simplesmente de tirar o fôlego!

 

A Patagônia Chilena é um destino completo para os apaixonados por ecoturismo e aventura. É emoção do início ao fim e todas as atrações merecem entrar no roteiro.

 

Confira agora o que você encontra no Sul do Chile.

 

Porque se aventurar pela Patagônia Chilena?

 

  • Você vai percorrer a estrada mais incrível da América do Sul 
  • Vai ter acesso às atrações mais bonitas do Chile
  • Vai encontrar cenários bem diversificados
  • É uma aventura que começa dentro do carro 
  • Tem hotéis lindos para se hospedar

 

Você vai percorrer a estrada mais incrível da América do Sul, a Carreteira Austral

 

Nos anos 70, o projeto da estrada saiu do papel. A Região de Aisén foi uma espécie de ilha patagônica, isolada do resto do país. Em 1945, foi considerado um paraíso perdido. 

 

Mas mesmo com obstáculos naturais, como rios, montanhas e glaciais, a construção da estrada se tornou um dos maiores orgulhos da engenharia chilena. Ela une Puerto Montt a Villa O’Higgins.

 

E quanto mais ao sul você for, mais rústica e aventureira é a sua viagem. Parece até um cenário de filme de ficção.

Vai ter acesso às atrações mais bonitas do Chile

 

São atrações de glacial suspenso a campo de gelo com cerca de 4.200 km². Como, por exemplo, o Campo de Gelo Norte, endereço da impactante Laguna San Rafael.

Entre os atrativos mais conhecidos da Carretera estão o Ventisquero Colgante, no Parque Nacional Queulat, na Carretera Norte; e a Capilla de Mármol, na Carretera Sur.

O primeiro atrativo fica a 195 km de Puerto Chacabuco e a 165 km ao norte de Coyhaique. Esse pedaço de gelo suspenso sobre uma montanha pode ser visto em uma trilha curta até a Laguna Témpanos.

Depois, você pode ir até o Santuario de la Naturaleza Capilla de Mármol, que é conhecido pelas rochas milenares de mármore, esculpidas pelas águas do lago General Carrera. 

Mais adiante você se depara com a fascinante Laguna San Rafael, famosa pela geleira com vista a partir de pequenos botes.

 

Vai encontrar cenários bem diversificados

 

A região de Balmaceda é conhecida por suas extensas planícies, onde o clima é mais seco e frio, e a pecuária é uma das principais atividades. 

Já Cochrane e Puerto Río Tranquilo – onde encontramos a famosa Capilla de Mármol – são conhecidos por seus bosques andinos patagônicos. E por lá, você vai encontrar as clássicas imagens de árvores amareladas no outono.

Um dos cenários mais deslumbrantes de toda a Carretera Austral são os bosques siempreverde. Um dos tipos de florestas mais abundantes de todo o Chile, segundo dados do CONAF, Corporación Nacional Forestal.

 

É uma aventura que começa dentro do carro

 

Mesmo tendo linhas de ônibus entre as cidades e excursões a partir de hotéis, o destino é melhor aproveitado de carro. Cada parada é uma emoção diferente.

 

Tem hotéis lindos para se hospedar

 

Engana-se quem pensa que por ser um lugar rústico, não tem estrutura hoteleira. A viagem ao extremo sul do Chile não precisa ter perrengues. 

A região conta com hotéis preparados para receber turistas, com refeições e passeios inclusos.

Viu como vale muito a pena alugar um carro e ir até o Sul do Chile? A Patagônia Chilena, sem dúvidas, é o ponto turístico mais belo do país.

Se você pensa em fazer um intercâmbio por lá e deseja conhecer essa maravilha, entre em contato com os nossos especialistas

Fique por dentro de tudo sobre intercâmbio

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email