Escrito por: Marcelo Melo

Trabalhar em Malta – saiba sobre visto, programa e tipos de emprego

Para os fãs da Ilha no Mediterrâneo e aspirantes ao intercâmbio, trabalhar em Malta é uma ótima oportunidade quando o …

Início » Blog IE Intercâmbio » Trabalhar em Malta – saiba sobre visto, programa e tipos de emprego

Para os fãs da Ilha no Mediterrâneo e aspirantes ao intercâmbio, trabalhar em Malta é uma ótima oportunidade quando o assunto é desenvolvimento pessoal e profissional. Além disso, a possibilidade de unir o trabalho ao estudo, edifica e qualifica o aprendizado.

Nesse sentido, a gente precisa te contar que é possível sim estudar e trabalhar em Malta, afinal o país concede permissão aos estrangeiros de trabalharem temporariamente no destino. O que, de fato, é um benefício em termos de aprendizado, de financeiro e de experiencial.

Financeiro no sentido de que isso possibilita uma recuperação percentual do dinheiro investido para o intercâmbio. Afinal, quem não precisa desse apoio na hora de pagar as contas né? Apesar de muitos viajarem com suas reservas, é uma precaução a mais.

Aprendizado e experiencial porque, sem dúvidas, estudar um idioma em um país e viver em paralelo uma experiência de trabalho, vai te fazer praticar com muito mais assiduidade e ao lado de pessoas que podem te ensinar.

O convívio diário com os nativos permite que você esteja mais aberto a aprender e a desenvolver, naturalmente e cotidianamente, novas habilidades com o idioma. Na sala de aula, a teoria e a prática e durante o trabalho a evidência deste estudo.

Porém, para trabalhar em Malta é necessário que você tenha pelo menos inglês intermediário. Afinal, a comunicação é um ponto chave para uma experiência de trabalho, seja no exterior ou não.

Por isso, se você não tem habilidades a níveis avançados com o idioma, mas quer uma oportunidade de trabalho em Malta, é preciso se organizar para fazer um período maior de curso de idiomas.

Confira os destinos para estudar e trabalhar em Malta:

  • Gozo
  • Sliema
  • Valeta
  • Saint Julian’s

Além disso, descubra quais programas pode fazer:

  • Curso de Idiomas
  • Estudar e Trabalhar
  • Mochilão


Planeje sua viagem com quem entende de intercâmbio

Visto para trabalhar em Malta

Primeiramente, para programas que tenham duração de até 90 dias, não é necessário a emissão de visto para residir por esse período em Malta, certo? Mas o cenário muda quando falamos sobre dois pontos: período acima de 90 dias e experiência de trabalho.

O que é necessário no caso de uma duração de até 3 meses é que o passaporte esteja válido e a passagem de ida e volta em mãos, compradas. Ambos documentos são apresentados no momento de desembarque em Malta.

Nesse sentido, o estudante que tem o desejo de trabalhar em Malta, precisa dar entrada no pedido de visto estando no país de destino. Porém, o mesmo só poderá começar a trabalhar depois do prazo de 90 dias, segundo a permissão.

Além disso, são 20 horas semanais de trabalho. Ah, vale lembrar, que o visto é o de estudante, certo? O visto de trabalho é fornecido pela própria empresa em caso de contratação ou mesmo pode ser solicitado pelas pessoas que possuem cidadania europeia.

Ou seja, só com esse documento você consegue fazer a solicitação de permissão de trabalho. Logo, o pedido pode ser feito antes do período de 90 dias, mesmo que você ainda não possa ser empregado em Malta.

Tipos de trabalho em Malta

Confira abaixo a lista de empregos em Malta. Esses são os tipos de trabalho mais comuns para estrangeiros, mas a contratação varia de acordo com alguns requisitos, como flexibilidade, habilidade com o idioma, disponibilidade, etc.

  • Ajudante de cozinha
  • Garçom
  • Entregador
  • Auxiliar de caixa
  • Bartender
  • Atendente

Uma dica: busque nos sites de emprego por aí e arrisque! Afinal, vale ressaltar que a IE não é responsável por encontrar uma experiência de trabalho para você, esse papel é seu e de mais ninguém.

Por isso, aproveite o período em que estiver apenas estudando para explorar os sites de vagas, quem sabe você não encontra uma oportunidade de forma mais rápida e prática.

Como conseguir trabalhar em Malta

Primeiramente, é importante ter inglês intermediário, como já foi dito anteriormente. Uma coisa importante de se fazer é começar a pesquisa de vagas com antecedência. Você pode inclusive ir fazendo isso ainda do Brasil, assim já adianta algumas coisas.

Além disso, tente ouvir a experiência de outras pessoas, há diversos relatos e dicas na internet. Vale tomar como base alguns pontos mais gerais desse processo. Mas, algo que é de extrema importância, é demonstrar interesse.

Mostre que a sua vontade de aprender é o que lhe guia e se envolva em eventos, atividades e o que mais houver que possibilite à você um networking.

Custo de vida em Malta 

É claro que qualidade de vida, segurança e custo benefício são pontos extremamente importantes para uma escolha que envolve grandes mudanças. Apesar do euro ser a moeda de Malta, o destino pode sair mais em conta do que outros destinos europeus, como a Inglaterra por exemplo.

Porém, é importante dizer que isso varia muito pelo estilo de vida que você leva, é óbvio que se você assume um estilo economicamente mais elevado, isso pode corroborar para um gasto financeiro excessivo.

Alguns estudos relatam que é possível viver com 1.200€ no país, o que em real, na cotação de euro atual corresponderia a R$7892,10. O lance é aproveitar as melhores cotações e ficar de olho nas mudanças de cenário.

Se tratando de transporte público, ele é bem seguro e bastante utilizado no país. Em alguns casos o valor pode cair pela metade e isso já reduz significativamente os gastos dentro desse quesito.

Já falando sobre alimentação, pesquise! Há lugares que você economizar, se souber procurar bem e há lugares em que isso é praticamente impossível. Isso acontece por diversos fatores e a sua parte nesse sentido é avaliar as opções disponíveis.

Se você gosta da tranquilidade, é um turista nato, daqueles que curtem praia e passeios noturnos, Malta é um bom destino. Apesar de ser um lugar mais calmo, tem muito a ensinar e a proporcionar. Você pode, inclusive, fazer um programa de viagem independente antes de ver o que acha do destino antes de fazer um intercâmbio.

Porém, enquanto isso, vai se planejando para o seu programa e para trabalhar em Malta e converse com os especialistas IE para tirar suas dúvidas. Afinal, o nosso desejo é atender às suas expectativas e objetivos de vida, seja profissional ou pessoal.

Fique por dentro de tudo sobre intercâmbio

Deixe um comentário