Estudar no exterior: por que é importante se organizar financeiramente?

Estudar no exterior: por que é importante se organizar financeiramente?

A busca pelo desenvolvimento pessoal e profissional motiva jovens, a cada ano, a embarcarem na experiência de estudar no exterior. Muitos encontram nessa vivência a oportunidade de construir um amadurecimento alinhado ao aprendizado do idioma

Nesse sentido, o que ainda pode ser visto como um problema é a falta de tempo e, principalmente, a falta de planejamento financeiro. Se o seu desejo é estudar no exterior, você precisa se organizar e enxergar isso como um investimento, não como um gasto.

Por isso, estudar no exterior é uma das possibilidades que mais se adequa quando o intuito é aprender outro idioma, conhecer pessoas de culturas e etnias diferentes, além de praticar todo o aprendizado durante o período fora.

Alguns participantes optam por estudar fora com o visto que concede a permissão de trabalho, justamente com a intenção de ter uma parcela desse investimento de volta aliado a maior prática do idioma.

Nesse caso, o programa permite o jovem trabalhar e estudar no exterior. Obviamente que você não vai recuperar todo o dinheiro que investiu, mas esse retorno com toda certeza poderá te ajudar com as despesas básicas, por exemplo. 

Acredite que esse esforço será recompensado e que os benefícios são consequência de foco, coragem e determinação. Atente-se aos seus objetivos e comece enxergando isso como uma oportunidade de crescimento.

Optar pelos cursos no exterior, mesmo que você tenha nível básico do idioma, confere a você um maior tempo estudando e praticando a língua. Diferentemente do Brasil, você terá aulas com maior duração, mais vezes na semana e estudará com alunos no mesmo nível que você.

 

Saiba porque é importante se organizar financeiramente antes de fazer um intercâmbio para estudar no exterior:

 

Escolha do programa

Um dos fatores para a escolha do programa, além de todas as questões que envolvem o seu perfil de intercambista e as suas preferências, é a sua reserva financeira para investir na modalidade de programa escolhido.

A dica aqui, na verdade, é para que você se planeje com antecedência para que as suas condições não impactem grosseiramente na sua decisão de destino e programa, por exemplo.

Isso naturalmente pode acontecer e é super normal, só tenha preparação para que seu desejo se mantenha firme e alinhado às suas condições.

Confira os destinos mais escolhidos para se fazer um intercâmbio:

  • Estados Unidos
  • Canadá
  • Inglaterra
  • Austrália
  • Irlanda

 

Encare como um investimento

Nem todo mundo identifica o intercâmbio como um investimento, mas sim como um gasto. Pense que se você o caracterizar dessa forma, realmente vai ser difícil que se satisfaça pagando por ele, por exemplo.

A verdade é que com tantos benefícios como conhecimento de um novo idioma, oportunidades de emprego em diversas áreas, contato com pessoas de várias nacionalidades, não tem como não enxergá-lo como positivo.

É um investimento que o retorno é garantido, concorda? Obviamente que isso depende do seu esforço, da sua vontade e de como você enxerga essa vivência por completo.

 

Gastos básicos iniciais

Além de tudo isso, se preparar financeiramente também te ajudará nas despesas que você terá de cobrir durante seu período fora. Para quem vai trabalhar, isso ajuda muito no início, durante a procura de trabalho.

Para quem vai estudar nem se fale, né? Como diferentemente do intercâmbio de trabalho, não vai ter essa porcentagem de investimento voltando, é ainda mais necessário ter essa precaução para não passar sufoco e assim, conseguir bancar as despesas.

Reserva financeira

E se tratando de imprevistos, a famosa reserva financeira não pode ficar de fora. Algumas situações fugirão do seu controle e você terá de estar preparado para resolvê-las. Logo, isso pode estar ligado a algum gasto que você não estava esperando ter.

Olha, se ter reserva financeira já é necessária estando no Brasil, imagine a importância de tê-la estando longe de casa e se planeje para isso também.

Assim, você poderá se sentir seguro e mais tranquilo no momento que for fechar seu intercâmbio e, consequentemente, no momento do seu desembarque.

 

De todo modo, existem algumas opções de intercâmbio com menor tempo de  duração e que podem caber no seu bolso. Caso você não tenha maior disponibilidade de tempo, essa é uma ótima opção também.

Sendo assim, esses são alguns dos motivos que faz do planejamento financeiro necessário durante o seu processo para estudar no exterior ou mesmo em qualquer outra modalidade de intercâmbio. Planejamento de tempo e dinheiro é importante, confie nisso.

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *