Escrito por: Marcelo Melo

Graduação no exterior: GUIA COMPLETO para estudar fora!

Pensando em fazer sua graduação no exterior e aprimorar sua língua? Confira os países e cursos disponíveis para você fazer seu intercâmbio.

Início » Blog IE Intercâmbio » Graduação no exterior: GUIA COMPLETO para estudar fora!

Nem todo mundo sabe que é possível fazer uma graduação no exterior, por isso hoje decidimos falar um pouco sobre as possibilidades de destinos, além dos inúmeros benefícios em estudar fora.

Nesse sentido, o aluno que decide fazer graduação no exterior, sem dúvidas, abre portas para um mundo de oportunidades, além de ter uma experiência única com o intercâmbio!

Sendo assim, se você quer descobrir tudo sobre graduação no exterior, continue até o final deste artigo e entenda como ingressar na faculdade, melhores países para estudar no exterior, dicas e muito mais!

Por que fazer uma graduação no exterior?

Em primeiro lugar, vale lembrar que a procura por uma graduação no exterior vem crescendo cada vez mais entre os brasileiros.

Isso porque a preocupação com o futuro e com a carreira também vem crescendo, e isso sem dúvida é o que move o intercâmbio universitário

Entretanto, ingressar em uma graduação no exterior não é apenas frequentar as aulas, estudar e realizar provas, o intercâmbio vai muito além disso e oferece inúmeros benefícios:

  1. Ter aulas com professores altamente renomados;
  2. Desenvolvimento pessoal;
  3. Dar um up na carreira profissional;
  4. Ampliar o networking internacional;
  5. Aprimorar o idioma;
  6. Realizar atividades extracurriculares;
  7. Conhecer uma nova cultura.

Quem pode fazer uma graduação no exterior?

Todo aluno que esteja cursando o 3º ano do ensino médio no Brasil pode se candidatar para uma vaga em uma graduação no exterior. 

Além disso, estudantes que terminaram o ensino médio há um ano também podem se candidatar, porém, precisam provar que não ficaram “de bobeira” e que nesse período fizeram atividades interessantes para o currículo. 

Dessa forma, é válido lembrar que quanto mais tempo de formado você tem, menor é sua chance para estudar fora.

Ademais, a maioria das faculdades dão prioridade para alunos de primeira graduação, e por isso, se você já tem uma graduação completa, as chances também são menores.

Mas não se preocupe, se você já tem ensino superior completo, você poderá optar por outras alternativas para entrar em uma faculdade no exterior, como por exemplo:

  • MBA;
  • Pós-graduação no exterior;
  • Cursos de extensão;
  • Mestrado;
  • Doutorado.

Melhores países para fazer graduação no exterior

Estados Unidos

Os Estados Unidos não podiam ficar de fora, não é? Afinal, o país é casa de Harvard, Caltech e Instituto de Tecnologia de Massachusetts, algumas das melhores universidades do mundo.

Além disso, os EUA tem um dos melhores sistemas de ensino e é líder quando o assunto é estudar no exterior e intercâmbio, seja para graduação no exterior, para trabalhar ou para aprender um novo idioma.

Canadá

Não é segredo que o Canadá é um dos países com a melhor qualidade de vida do mundo, não é?

Ademais, como estamos falando de intercâmbio universitário, o Canadá permite que o aluno trabalhe por algumas horas durante o período de aulas da faculdade.

Esse programa é chamado de Co-op no Canadá, e o aluno pode procurar por estágios em sua área de formação para adquirir experiência internacional! Legal, não é?

Além disso, o Canadá também lidera quando o assunto é estudar no exterior, e possui universidades altamente renomadas que fazem parte do ranking das 100 melhores do mundo como:

  • Universidade de Toronto;
  • Universidade da Colúmbia Britânica;
  • Universidade McGill.

Inglaterra

A Inglaterra é referência internacional quando o assunto é estudar fora, e por isso, está entre os 15 países onde os estudantes têm os melhores índices tanto no ensino médio quanto no fundamental.

E a graduação no exterior não é diferente, até porque a Inglaterra é a casa de Oxford, também uma das melhores do mundo.

Além disso, você sabia que dá para usar a nota do ENEM para agregar seu currículo na hora de se candidatar para uma faculdade na Inglaterra? Interessante, não é?

Porém, é bom lembrar que a nota do ENEM não vale sozinha, ela será somada a outras notas, inclusive com sua pontuação em um vestibular local que pode ser exigido pela universidade. 

Vale lembrar também que, para estudar no exterior em uma universidade na Inglaterra, o aluno precisa passar pelo International Foundation Program.

O International Foundation Program funciona como um curso preparatório para as universidades. Desse modo, ele melhora as habilidades acadêmicas do aluno, conhecimento da cultura e do idioma. 

Sendo assim, confira algumas universidades da Inglaterra que aceitam a nota do ENEM para somar sua pontuação:

  • Universidade de Oxford;
  • Universidade de Bristol;
  • Universidade de Kingston.

Irlanda

A Irlanda é conhecida por ser um dos países que mais facilitam a entrada de brasileiros, principalmente quando o assunto é graduação no exterior. 

Além disso, a Irlanda também é um dos poucos países na Europa que permitem que o aluno tenha a permissão para trabalhar enquanto estuda em um curso de longa duração, o que é o caso da faculdade no exterior.

E por falar em trabalhar na Irlanda, saiba que o salário mínimo no país é um dos maiores da Europa!

Dessa forma, o aluno que decide estudar no exterior e fazer faculdade na Irlanda, assim como na Inglaterra, precisa passar pelo International Foundation Program. 

E na Irlanda, você pode optar por universidades como: 

  • National College of Ireland;
  • Trinity College Dublin;
  • University College Dublin;
  • University of Limerick;
  • Griffith College;
  • University College Cork.

Austrália

A Austrália é um dos países mais multiculturais do mundo, e esse já é um bom motivo para escolher a terra dos cangurus, não é?

Imagine estudar com pessoas do mundo inteiro!

O país é acolhedor, tem o clima muito parecido com o do Brasil para quem não gosta de mudanças extremas, além de oferecer um ensino de alta qualidade. 

Além disso, a Austrália é mais acessível quando comparamos com outros países da língua inglesa, e por todos esses motivos, a procura por uma graduação no exterior na Austrália cresce a cada ano. 

Dessa forma, na Austrália, você pode estudar em universidades renomadas como:

  • University of Melbourne (melhor universidade da Oceania);
  • University of Sydney;
  • University of Queensland;
  • Australian National University;
  • Royal Melbourne Institute of Technology (RMIT).

Nova Zelândia

As universidades da Nova Zelândia, além de oferecem um altíssimo nível de educação, possuem excelente estrutura para receber alunos estrangeiros para uma graduação no exterior.

Dessa forma, o estudante que quer estudar fora e escolhe a Nova Zelândia, tem total integração na cultura, que é bem rica e diversa, e principalmente em atividades extraclasses.

Além disso, a Nova Zelândia é um país desenvolvido e está em constante crescimento, além de oferecer uma das melhores qualidades de vida do mundo.

Como entrar em uma faculdade no exterior?

A primeira coisa que você deve saber, é que para entrar em uma faculdade no exterior, o processo é completamente diferente de como é feito no Brasil.

No exterior, as faculdades avaliam o aluno de forma geral, e não baseado em apenas uma prova como o ENEM.

Dessa forma, são realizadas entrevistas, redações, algumas universidades exigem cartas de recomendação, além da avaliação das suas notas do ensino médio e fundamental.

Além disso, para os estrangeiros, as faculdades exigem testes de proficiência que irão mensurar qual o seu nível de fluência no idioma.

Um exemplo desses testes, é o TOEFL e o IELTS, que envolvem várias etapas durante a prova para avaliar a fluência, e cada universidade exige uma nota mínima para que o aluno seja aceito.

Sendo assim, veja algumas das principais etapas do processo para você já se familiarizar:

  • Enviar seus documentos como diploma e histórico escolar traduzido e juramentado;
  • Enviar para a instituição uma cópia do passaporte;
  • Encaminhar o comprovante da sua nota de proficiência no idioma;
  • Encaminhar alguns documentos preenchidos com seus dados (Application Forms);
  • Pagar uma taxa exigida pela universidade (cada uma possui um valor diferente);  
  • Enviar uma carta explicando o porquê você quer estudar na instituição;
  • Algumas universidades pedem a aplicação do visto.

E agora que você já entendeu como entrar em uma graduação no exterior, veja algumas dicas para o seu planejamento:

  1. Tenha claro o porquê você quer estudar no exterior;
  2. Escolha bem o país que você quer morar;
  3. Tenha em mente qual curso você quer fazer;
  4. Pesquise a universidade que mais se encaixa nos seus objetivos;
  5. Estude sobre o processo de aplicação da universidade escolhida;
  6. Faça um curso preparatório para melhorar sua fluência;
  7. Tenha atividades extracurriculares no seu currículo (as universidades no exterior valorizam muito isso).

Como fazer faculdade no exterior pelo Enem?

Como vimos mais acima, a Inglaterra aceita a nota do ENEM para o ingresso em uma graduação no exterior, porém, como um complemento às outras pontuações.

Isso também acontece em universidades como New York University e na Universidade de Toronto. 

Porém, atualmente, Portugal é o único país o qual não exige outra prova para que o aluno estrangeiro consiga uma vaga na faculdade, e a nota do ENEM é aceita em mais de 50 universidades portuguesas.

Entretanto, não basta apenas enviar a nota do ENEM para uma universidade e esperar pelo aceite, também é necessário cumprir alguns requisitos como:

  • Não ser nativo de um país europeu;
  • Não morar em Portugal há mais de 2 anos;
  • O aluno precisa ter ensino médio completo;
  • Alcançar a média exigida para o curso escolhido.

Faça uma graduação no exterior com a IE

Como vimos, é inegável que as melhores faculdades do mundo estão no exterior.

Imagine como ter uma experiência de intercâmbio universitário pode dar um up na sua carreira e te colocar na frente no mercado de trabalho?

Por isso, a IE te ajuda nessa missão com uma assessoria especializada, desde a escolha do melhor destino até a aplicação do seu visto. 

E agora que você já sabe como fazer uma graduação no exterior, entre em contato, conheça nossos programas e destinos e realize seu sonho de estudar do exterior!