Conheça os programas de intercâmbio e escolha o ideal para você

Conheça os programas de intercâmbio mais realizados por brasileiros. Veja os tipos de intercâmbio, onde, como e as vantagens de estudar fora.
Compartilhe:

Chegou o seu momento de realizar o sonho de estudar fora, mas você ainda não decidiu qual dos programas de intercâmbio escolher? Não se preocupe, vamos te ajudar!

Antes de tudo, saiba que existem diversos programas de intercâmbio ao redor do mundo e por isso, no post de hoje, vamos apresentar para você os detalhes de cada um deles.

Assim, vai ficar muito mais fácil identificar quais os países e os programas de intercâmbio são mais parecidos com seu perfil, entender como funciona o intercâmbio e escolher aquele que é o seu match perfeito! 

Sendo assim, os programas de intercâmbio existem para atender aos mais diversos gostos, desde aqueles que procuram experiências culturais, educacionais ou profissionais. Vamos lá conhecer cada um deles?

Quais são os tipos de intercâmbio?

Tipos de intercâmbio

Atualmente, os tipos de programas de intercâmbio para brasileiros no exterior são:

  • Cursos de idiomas;
  • Estudo e trabalho;
  • Intercâmbio universitário;
  • High school;
  • Intercâmbio de férias.

Como os programas de intercâmbio funcionam?

Como funciona o intercâmbio

Cada um dos tipos de intercâmbio tem as suas particularidades com relação a duração, destino, requisitos mínimos (idade, visto, nível de idioma e qualificação, dentre outros).

Por isso, assim que você terminar de ler este texto, pode entrar em contato com nosso especialista para tirar todas as dúvidas que surgirem e já começar a planejar o seu momento para estudar fora!

Curso de idiomas

Os programas de intercâmbio de cursos de idiomas são os mais procurados por quem deseja estudar fora do Brasil, com opções de aprender do zero ou aperfeiçoar diversas línguas, como:

  • Inglês;
  • Inglês britânico;
  • Espanhol;
  • Alemão;
  • Francês;
  • Italiano.

Através da experiência do aprendizado no exterior, falando com nativos e interagindo diretamente com a cultura local, a forma como funciona o intercâmbio de cursos de idiomas ajuda você a se desenvolver pessoal e profissionalmente.

Além de ganhar autonomia, fazer um programa de intercâmbio de idiomas também ajuda na autoconfiança e, acima de tudo, a criar um diferencial para o seu currículo acadêmico e profissional.

E para saber como fazer intercâmbio de cursos de idiomas, confira os detalhes e requisitos a seguir: 

  • Idade mínima a partir de 16 anos e sem limite de idade;
  • Duração mínima dos cursos é de uma semana e prazo máximo de acordo com a modalidade e país escolhido (visto)​;
  • Opções de carga horária entre 10h e 40h semanais;​
  • Todos os níveis de idiomas são aceitos​, do básico ao avançado;
  • Os cursos podem ser do tipo regular, profissionalizante e executivo.

Além disso, vale ressaltar que, como fazer intercâmbio de idiomas também é uma experiência cultural, os programas contam com as atividades extraclasses.

Sendo assim, envolvem diversas opções de lazer e aprendizado para mergulhar na cultura local. 

Estudo e trabalho

5

Como fazer intercâmbio de trabalho e estudo no exterior mescla o curso de idioma com a possibilidade de emprego remunerado, esse também acaba sendo um dos programas de intercâmbio mais procurado. 

Isso porque, os programas de estudo e trabalho são a oportunidade ideal para quem deseja morar em outro país, receber na moeda local, aperfeiçoar o idioma praticando no dia-a-dia e ampliar o networking.

Neste sentido, a forma como funciona o intercâmbio de estudo e trabalho ajuda no desenvolvimento profissional do participante e adquirir experiência internacional.

Sendo assim, estudar fora do Brasil e trabalhar está vinculado à matrícula em algum curso, que pode ser de idiomas, profissionalizante ou superior, dependendo da duração e do destino escolhido.

Dessa forma, os países que permitem que o aluno estude e trabalhe ao mesmo tempo são:

  • Irlanda;
  • Austrália;
  • Nova Zelândia;
  • Malta;
  • Emirados Árabes;
  • Canadá (apenas no intercâmbio universitário, ou de cursos técnicos);
  • África do Sul (trabalhos voluntários).

Além disso, existem formas de como fazer intercâmbio voltado apenas para trabalhar no exterior, que são:

Dessa forma, é importante lembrar que, qualquer programa de intercâmbio que envolve trabalhar no exterior é feito apenas para pessoas acima de 18 anos.

Intercâmbio universitário

Durante uma vivência internacional mais prolongada, o intercâmbio universitário é um dos tipos de intercâmbio que proporciona o aperfeiçoamento de idiomas.

Porém, seu principal foco de fato é a formação acadêmica profissionalizante e específica que vai desde a graduação, pós graduação, mestrado, doutorado e entre outros.

Além disso, alguns países permitem que o aluno matriculado em uma universidade trabalhe durante o período de estudos, como o Canadá, Irlanda, Austrália e Nova Zelândia.

High School

O High School é um dos programas de intercâmbio voltado para os jovens que sonham em estudar no exterior e aproveitar a experiência do ensino médio internacional.

Sendo um programa multicultural com troca de vivência entre várias nacionalidades diferentes, confira como funciona o intercâmbio de ensino médio no exterior:

  • Duração mínima de 1 semestre letivo;
  • Idade entre 15 e 18 anos;
  • Idioma a partir do nível intermediário;
  • Opções de escolas públicas e particulares;
  • Acomodação em casa de família ou residência estudantil;
  • É necessário estar cursando o ensino médio no Brasil.

Intercâmbio de férias

O intercâmbio de férias é feito para adolescentes entre 10 e 17 anos fazerem um curso de inglês no exterior,

Dessa forma, a intenção é conhecer a cultura de um país durante passeios e praticar atividades diversas, como esportes, artes, música, brincadeiras, dentre outras.

Sendo assim, tudo isso é realizado em instalações com toda infraestrutura e segurança, monitorados por tutores e professores altamente qualificados, e as opções de intercâmbio de férias teen são:

  • Orlando Summer Camp;
  • Discover Vancouver;
  • Explore UK.

Além disso, este tipo de intercâmbio estudantil tem duração entre 2 a 4 semanas, onde os participantes viajam durante os meses de férias escolares no Brasil (janeiro e julho).

Melhores países para fazer intercâmbio

Confira a lista com os 11 melhores países para fazer intercâmbio e suas respectivas cidades:

  1. Canadá (Vancouver, Montreal, Toronto e Ottawa);
  2. Irlanda (Dublin, Cork, Galway e Limerick);
  3. Austrália (Sydney, Melbourne, Gold Coast, Brisbane e Perth);
  4. Estados Unidos (New York, Los Angeles, Orlando, Boston, Fort Lauderdale e Miami);
  5. Inglaterra (Londres, Brighton, Liverpool, Oxford e Cambridge);
  6. África do Sul (Cape Town e Johannesburg);
  7. Malta (St. Julian’s, Ilha de Gozo, Sliema e Valeta);
  8. Espanha (Barcelona e Madrid);
  9. Alemanha (Berlim e Munique);
  10. França (Paris);
  11. Nova Zelândia (Auckland, Wellington, Christchurch e Queenstown).

Quanto custa um intercâmbio?

Primeiramente, quanto custa um intercâmbio é uma pergunta abrangente, pois o valor dependerá das características do perfil do intercambista e do destino escolhido.

Além disso, o tipo de intercâmbio, período do ano, do custo de vida, dentre outros motivos contam no orçamento.

Por isso, para você calcular o preço de um intercâmbio, leve em consideração os seguintes fatores:

  • Destino: qual o país e cidade;
  • Custo de vida da região escolhida;
  • O seu estilo de vida e perfil de intercambista;
  • Tipo de acomodação;
  • Quanto tempo será a duração do intercâmbio;
  • Qual o programa de intercâmbio escolhido;
  • O objetivo da viagem;
  • A moeda local.

Como planejar um intercâmbio?

Além de saber quanto custa um intercâmbio, é importante saber como planejar um intercâmbio. Para isso, separamos 9 dicas para você se preparar:

  1. Defina os seus objetivos: lazer, estudos, trabalho;
  2. Verifique a duração do seu intercâmbio;
  3. Conheça o seu perfil de viajante e estudante: gostos, preferências, estilo de vida, dentre outras características;
  4. Saiba quanto custa um intercâmbio e prepare seu orçamento para a viagem;
  5. Escolha o destino ideal: cidade grande ou pequena, ambiente com agito ou tranquilidade, praia ou montanha, calor ou frio etc;
  6. Defina a modalidade do intercâmbio: estudo, trabalho, turismo;
  7. Anote todos os requisitos de como fazer intercâmbio de acordo com a modalidade escolhida;
  8. Escolha o tipo de acomodação: casa de família, residência estudantil, dentre outros;
  9. Separe toda a documentação necessária, contrate seguro viagem, matricule-se na escola internacional e solicite o visto (se necessário, pois o Brasil mantém acordo com diversos países que dispensam o visto para intercâmbio com até 90 dias);
  10. Encontre uma agência.

Qual o melhor programa de intercâmbio?

Estudar fora do Brasil

Como cada um dos tipos de intercâmbio tem as suas finalidades e particularidades com relação a duração, destino, requisitos mínimos e vantagens, o melhor programa de intercâmbio é aquele que se encaixa melhor no objetivo de cada intercambista.

Porém, de modo geral, o programa de intercâmbio mais procurado pelos brasileiros para estudar no exterior é o de cursos de idiomas.

Sem dúvida, a maior motivação para essa escolha é o aprendizado de uma nova língua no exterior, porém, a vivência de situações diversas em um ambiente fora da sua zona de conforto e uma nova cultura atrai os intercambistas!

Quais as vantagens de fazer um dos programas de intercâmbio?

Como fazer intercâmbio

Agora que você já sabe quanto custa um intercâmbio e chegou até aqui, já percebeu porque tanta gente decide fazer um dos programas de intercâmbio para estudar ou trabalhar fora do Brasil.

Sendo assim, conheça as vantagens e principais motivações para você encarar esta oportunidade de crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional no exterior:

  • Ter aulas com professores qualificados internacionalmente;
  • Aumentar o horizonte de oportunidades e viagens corporativas internacionais;
  • Frequentar instituições reconhecidas mundialmente;
  • Dar um up no currículo profissional, com uma formação internacional diferenciada;
  • Ampliar seu networking pessoal e acadêmico;
  • Melhorar a sua empregabilidade, inclusive internacional;
  • Aprimorar, ou se tornar fluente em outro idioma, como o inglês, por exemplo;
  • Aumentar as suas chances de promoção no trabalho;
  • Experienciar as qualidades de vida do exterior;
  • Conhecer de pertinho e aprender sobre costumes diferentes;
  • Ter contato com pessoas e culturas de várias partes do mundo.

Agora que você pôde aprender mais sobre os programas de intercâmbio disponíveis atualmente, que tal começar a planejar o seu? Fale com um de nossos especialistas e veja como é mais fácil do que você imagina realizar este sonho!

Perguntas frequentes

Quais são os tipos de intercâmbio?

Os tipos de intercâmbio procurado por brasileiros no exterior são, cursos de idiomas, trabalhar e estudar, intercâmbio de férias, High School no exterior, intercâmbio universitário, trabalho no exterior, que inclui Au Pair e Work Experience.

Qual o melhor programa de intercâmbio?

O melhor programa de intercâmbio sempre vai depender do objetivo do intercambista, ou seja, aquele que melhor atende os seus planos e necessidades. Porém, os programas de intercâmbio mais procurados para estudar no exterior são os de cursos de idiomas.

Quais os melhores países para fazer intercâmbio?

O TOP 3 dos melhores países para fazer programas de intercâmbio são o Canadá, a Irlanda e a Austrália que, consequentemente, são os mais procurados por brasileiros. Além de outros como os Estados Unidos, Malta e Reino Unido.

Quanto custa um intercâmbio?

Quanto custa um intercâmbio sempre vai depender de diversos fatores, como o destino escolhido, o estilo de vida do intercambista, a duração do programa e o tipo, além da acomodação, região e moeda local.

Thumb Málaga Espanha

Espanha

Málaga

Estude desde o nível básico

12X de R$ 535*

Receba nossas novidades