fbpx
5 destinos imperdíveis para o público LGBTQ

5 destinos imperdíveis para o público LGBTQ+

Exige muito cuidado na hora de turistas LGBTQ+ escolherem os seus destinos, é inacreditável dizer que em pleno 2017, 73 países do mundo consideram o relacionamento homossexual um crime, podendo levar até à pena de morte. Sem falar do preconceito em alguns destinos que podem tornar a viagem desagradável. Mas é relaxante dizer que existem vários destinos em que o público LGBTQ+ é super bem recebido. Diversidade não é problema para eles, os países ou cidades possuem eventos e locais especiais para o público.

Hoje (17 de maio), no Dia Internacional do Combate a Homofobia, preparamos uma lista com 5 destinos imperdíveis para o público LGBTQ+. Confira:

San Francisco, Estados Unidos

Julho é a melhor época para visitar São Francisco, é durante esse mês que acontece a semana do orgulho gay e a cidade vira um verdadeiro espetáculo. Bandeiras arco-íris que já não eram difíceis de se achar enfeitando as janelas de lá, ficam ainda mais fáceis de se encontrar. Aqui acontece umas das maiores paradas LGBTQ+ do mundo, cerca de meio milhão de pessoas colorem as ruas da cidade. E não para por aí, a cidade ainda conta com um Festival de Internacional de Cinema LGBTQ+, considerado o mais antigos festivais de cinema dedicado à cultura do público.

Copenhague, Dinamarca

Copenhague foi eleita o destino mais gay friendly do mundo, pela maior editora de guias de viagens do mundo, Lonely Planet. Grandes conquistas importantes do movimento LGBTQ+ aconteceram aqui, o país foi um dos primeiros a reconhecer o casamento igualitário. Esse é sem dúvidas o país mais “mente aberta” do continente Europeu, levando em consideração os outros países. Copenhague além de proporcionar momentos inesquecíveis, ainda oferece toda a tranquilidade necessária.

Brighton, Inglaterra

Conhecida com a capital gay da Inglaterra, Brighton se tornou um ponto de referência para a comunidade LGBTQ+. A cidade é formada por mais de 40.000 habitantes homossexuais, quase um quarto da população local. E não podemos esquecer é claro de Kemptown, o bairro conta com bares, livrarias, hotéis e saunas direcionadas ao público. Sem falar, é claro, do charme da cidade, é de cair o queixo.

Amsterdã, Holanda

Existem mais de 100 bares, baladas, hotéis, livrarias, academias e todo o tipo de serviço para o público LGBTQ+ aqui. A charmosa Amsterdã recebe a única parada gay do mundo a ser realizada sobre a água, nos belíssimos canais da cidade. O evento já reuniu aproximadamente 500 mil pessoas em 2010. Com 30% da população sendo homossexual, Amsterdã exala diversidade e pode ser uma ótima escolha para intercâmbio.

New York, Estados Unidos

Patrimônio do Orgulho Gay, Nova York conta com uma corporação de voluntários que gerenciam e organizam inúmeros eventos para o público LGBTQ+. Berço dos movimentos e direitos da comunidade LGBTQ+ desde 1969, Nova York tem mais clubes e bares voltadas ao público do que qualquer outra cidade dos Estados Unidos. Muito difícil passar por situações preconceituosas por aqui, do Central Park ao Empire State, o turista pode ser quem ele realmente é.

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *