Escrito por: Marcelo Melo

Cultura francesa: descubra seus principais símbolos e influências

Quando viajamos para outros países, temos a excelente oportunidade de conhecer lugares incríveis e interagir com pessoas que ali moram. …

Início » Blog IE Intercâmbio » Cultura francesa: descubra seus principais símbolos e influências

Quando viajamos para outros países, temos a excelente oportunidade de conhecer lugares incríveis e interagir com pessoas que ali moram. Uma viagem a Paris, por exemplo, nos possibilita aprender francês e vivenciar a maravilhosa cultura francesa.

Na capital do país, que é a referência da moda francesa, você pode visitar as lojas das marcas mais luxuosas do mundo, os magníficos museus, os exuberantes jardins, ricas coleções de arte, além de outras atrações turísticas e atividades tradicionais da cultura francesa.

Nesse sentido, a cultura francesa é repleta de símbolos e manifestações populares culturais, artísticas e cívicas que dão um toque de charme no estilo de vida francês!

E, sem dúvida, ao longo dos séculos, a cultura francesa tem presenteado o mundo todo com conhecimento, direitos civis, sabores, aromas, arte, elegância, charme e muito requinte.

Além disso, o próprio idioma francês já foi considerado o mais importante dentre as elites da monarquia ocidental, até o início do século XX. e todos, inclusive no Brasil, tinham que aprender francês.

Conheça então, algumas das principais influências da cultura francesa para os demais países do mundo, que estão localizados na cidade de Paris e alguns dos seus maiores símbolos nacionais.

Principais influências da cultura francesa


Culinária francesa

Cultura Francesa: descubra seus principais símbolos e influências

A culinária francesa é muito prestigiada em todo o mundo e inclui receitas de várias regiões do país. Do mesmo modo, é, também, uma grande “marca” da cultura francesa e está muito bem representada nos diversos restaurantes por todo o país, dos mais simples aos mais luxuosos.

Assim como, os produtos da gastronomia francesa são muito famosos pela sua qualidade e sabores únicos, como por exemplo: os doces, os chocolates, os vinhos, os pães, os queijos, os patês, as ervas e os temperos utilizados na cozinha.

Dessa forma, entre os protagonistas da culinária francesa, destacam-se os chefs Joel Robuchon, Paul Bocuse, Alain Ducasse, Michel Troisgros, Anne Sophie, Michel Guérard, Alain Passard e Cyril Lignac.

Inclusive, alguns possuem restaurantes estrelados pelo guia Michelin, em Paris e outras cidades.

Moda francesa

Cultura Francesa: descubra seus principais símbolos e influências

A moda francesa, principalmente a parisiense, é uma referência mundial no mercado de alta costura. Pode-se dizer que os estilistas mais famosos e reconhecidos no mundo são franceses e alguns possuem seus ateliês em Paris ou em seus arredores.

Mas para apreciar a moda francesa, você não precisa visitar um ateliê de alta costura. Basta passear pelas ruas da cidade – a avenida Champs Elysées é uma ótima opção para se encantar com a elegância e a beleza fashion dos franceses.

Com certeza você vai achar por lá as luxuosas butiques de alguns dos estilistas franceses que influenciaram a moda mundial com seus estilos inovadores. Como por exemplo:

  • Coco Chanel
  • Christian Dior
  • Yves Saint Laurent
  • Cartier
  • Louis Vuitton
  • Jean-Paul Gaultier
  • Paco Rabanne, dentre outros

Arte francesa

Cultura Francesa: descubra seus principais símbolos e influências

Quando falamos em arte e história ocidental, a França é quase imbatível! Nesse sentido, Paris possui uma grande quantidade de atrações, entre museus, galerias de arte e monumentos.

Dentre as várias opções de atrativos históricos e artísticos em Paris, destacam-se monumentos arquitetônicos e construções renomadas, como por exemplo:

  • O Museu do Louvre
  • O Museu D’orsay
  • A Casa de Rodin
  • Hotel des Invalides
  • O Grand Palais
  • O Arco do Triunfo
  • A Torre Eiffel
  • A Basílica Sacré Coeur
  • A igreja Sainte Chapelle
  • A Ópera Garnier
  • O Jardim de Luxemburgo
  • O Pantheon
  • A igreja Notre Dame
  • O Panteón de Paris
  • A Conciergerie
  • O Palácio de Versalhes e seus jardins (nos arredores de Paris)
  • Ponte Alexandre III

E nas artes plásticas, os franceses também têm sido destaque mundial durante muitos séculos.

Provavelmente, você conhece, ou já ouviu falar, nos pintores Henri Matisse, Paul Cézanne, Jean Baptiste Debret, Edgar Degas, célebres artistas famosos que retrataram e divulgaram a cultura francesa através da sua arte.

Da mesma forma, os escultores Auguste Rodin e Marc Ferrez são artistas que deixaram um importante legado para a arte mundial.

Direitos civis

Em relação à vida em sociedade, a cultura francesa é baseada no tripé: “igualdade, fraternidade e liberdade” e gera muita influência, não somente na cultura europeia, mas também em todo o mundo ocidental.

Logo, o país sempre teve grande influência na luta pela democracia e pelas melhores condições de vida e de trabalho do seu povo. Foi palco, inclusive, de muitas manifestações em favor da classe trabalhadora.

Entre os anos de 1789 e 1799, a Revolução Francesa promoveu uma profunda mudança na estrutura social francesa, acabando com o regime absolutista, dominante em toda a Europa por vários séculos e influenciando fortemente as demais sociedades ocidentais.

Inclusive, o Palácio de Versalhes, citado acima, foi construído pelo rei Luís XIV, que o transformou na sede principal da corte francesa. O luxuoso edifício é grandioso e imponente, um verdadeiro ícone da monarquia absolutista francesa.

No final do século XVIII, a famosa “Marcha sobre Versalhes” reuniu uma multidão que, revoltada com o elevado preço do pão, invadiu o palácio e forçou a saída da família real do castelo. Iniciando, dessa forma, o movimento que culminaria na Revolução Francesa.

Os principais símbolos da República Francesa nasceram na época da Revolução Francesa, e compartilham as mesmas origens revolucionárias.

Nesse sentido, representam a ruptura com o Antigo Regime e seus tradicionais signos, como a “flor de lis” e bandeira branca e dourada.

Confira agora, os maiores símbolos da cultura francesa

Liberdade, Igualdade, Fraternidade

Cultura Francesa: descubra seus principais símbolos e influências

A expressão “Liberdade, Igualdade, Fraternidade” tornou-se muito popular com a Revolução Francesa. Inclusive enfeitava os uniformes da Guarda Nacional e todas as bandeiras. Com o tempo, tornou-se o principal lema nacional, evocado até os dias de hoje.

Tamanha era a sua simbologia para a cultura francesa que ele está presente logo no primeiro artigo da Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1789:

“Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.”

O Dia Nacional 14 de julho

Cultura Francesa: descubra seus principais símbolos e influências

O dia nacional de 14 de julho celebra a Queda da Bastilha, que foi uma prisão e ocorreu em 1789. Na ocasião, a insatisfeita e revoltada população parisiense invadiu a cadeia e pegou o armamento, utilizando-o para enfrentar as tropas reais.

Anualmente, a data é lembrada com um grande desfile militar ao longo da Champs-Élysées, embelezado por fogos de artifício e comemorado em cidades de toda a França.

A Marselhesa

Cultura Francesa: descubra seus principais símbolos e influências

A Marselhesa é o hino patriótico cantado durante a Revolução Francesa que motivou os revolucionários a “pegarem suas armas e formarem seus batalhões”. Foi oficialmente adotado pela França como seu hino nacional em 1879.

Finalmente, durante a República em 1946, se tornou o hino nacional da França. Conheça o seu refrão principal:

Aux armes, citoyens!
Formez vos bataillons!
Marchons! Marchons!
Qu’un cantou impur
Abreuve nos sillons!

A Bandeira tricolor

A Marselhesa é o hino patriótico cantado durante a Revolução Francesa que motivou os revolucionários a “pegarem suas armas e formarem seus batalhões”. Foi oficialmente adotado pela França como seu hino nacional em 1879.   Finalmente, durante a República em 1946, se tornou o hino nacional da França. Conheça o seu refrão principal:  Aux armes, citoyens! Formez vos bataillons! Marchons! Marchons! Qu'un cantou impur Abreuve nos sillons!<h3>A Bandeira tricolor</h3>

Historicamente, os monarcas franceses utilizaram as cores vermelha, azul e branca de formas distintas:

O azul celeste, com uma flor-de-lis dourada, utilizados de Clóvis a Carlos X, era o símbolo de lealdade e fidelidade. Os seguintes reinados de Hugues Capet e seus descendentes adotaram a bandeira vermelha de Saint Denis, protetor do reino.

De 1638 a 1790, o branco foi a cor das bandeiras real e marinha. A bandeira tricolor (azul, vermelho e branco) foi finalmente instituída pela Revolução Francesa e enfeitou o Champ de Mars, durante a celebração da Federação, em 14 de julho de 1790.

A Declaração dos Direitos Humanos

A Declaração dos Direitos Humanos e Cívicos de 1789 é uma das mais importantes publicações sobre os fundamentos da liberdade, da igualdade, da propriedade, da legalidade e das garantias individuais liberais.

E seus artigos ainda servem de exemplo e permeiam muitas das declarações contemporâneas sobre os direitos civis.

A figura de Marianne

Cultura Francesa: descubra seus principais símbolos e influências

O nome Marie-Anne era popular entre as classes trabalhadoras e, gradualmente, Marianne se tornou a representação mais amplamente compartilhada da pátria, algumas vezes pacífica e protetora, outras impetuosa e guerreira.

A figura de Marianne é a personificação da República Francesa e representa os valores que fundamentam o apego de seus cidadãos à República: “Liberdade, Igualdade, Fraternidade”. Atualmente, cada prefeitura francesa tem um busto de Marianne.

O Galo francês

Cultura Francesa: descubra seus principais símbolos e influências

Quanto ao galo francês, ele foi amplamente utilizado como símbolo religioso e durante o Renascimento, começou a ser associado à nação francesa.

Posteriormente, a Revolução estabeleceu o galo como a representação da identidade da Nação. Atualmente, embora o galo não seja um símbolo oficial da República, ainda representa, no imaginário coletivo e principalmente no esporte, a melhor ilustração da França.

Que tal aprender francês em Paris?

Definitivamente, Paris é um excelente destino para estudar francês. Lá, você vai poder vivenciar as maiores referências da cultura francesa no mundo, que estão principalmente ligadas à gastronomia, moda, arte e história.

Assim, não há dúvida que, para assimilar a cultura francesa, você pode caminhar pelas ruas e parques da cidade, apreciar monumentos ao ar livre, provar a culinária francesa servida na rua e nos restaurantes, e descobrir as famosas boutiques de moda francesa.

Entretanto, se você quer aprender a falar inglês como um nativo e para sempre, a melhor maneira é fazer um intercâmbio de francês.

Durante o programa para estudar no exterior e aprender francês, você vai ter aulas com professores especializados no ensino do idioma para estrangeiros.

Vai aprender tudo sobre a língua e praticar a conversação nas diversas situações do cotidiano francês, dentro e fora de sala de aula.

Por isso, se você tem o sonho de se aprofundar na cultura francesa e quer viver os melhores momentos da sua vida na cidade luz, converse com nossos especialistas e escolha o melhor curso de idiomas no exterior para você! Estamos aguardando o seu contato hoje mesmo!


Fique por dentro de tudo sobre intercâmbio

Deixe um comentário