Escrito por: Marcelo Melo

Países da Oceania: descubra quais são os TOP 2 para intercâmbio

Conheça os países da Oceania e suas características. Veja onde fica a capital da Austrália e da Nova Zelândia, maiores destinos para intercâmbio.

Início » Blog IE Intercâmbio » Países da Oceania: descubra quais são os TOP 2 para intercâmbio

Você já ouviu falar da Oceania? Sabia que é o menor continente do mundo? Conhece os países da Oceania? Sabe onde fica a Austrália e onde fica a Nova Zelândia?

Se conhece, ótimo! Se não, tranquilo, porque hoje vamos apresentar tudo sobre os países da Oceania e também, mostrar para você os dois principais destinos para você fazer um intercâmbio por lá.

Além disso, os países da Oceania são bem diferentes uns dos outros em termos de tamanho, população e de desenvolvimento, oferecendo diferentes experiências culturais e de aprendizagem.

Nesse sentido, os países da Oceania são considerados e benquistos por muitos jovens intercambistas brasileiros. Seja pelas oportunidades de intercâmbio para estudo ou mesmo para trabalho. 

Por exemplo, no caso dos destinos oferecidos pela IE, você pode fazer um programa que une os dois ou mesmo só o estudo.

Assim, também vamos desvendar para você, os diversos tipos de intercâmbio, disponíveis nas principais cidades dos países da Oceania, como por exemplo, a capital da Austrália e a capital da Nova Zelândia.

Sem dúvida, esses dois países da Oceania fazem parte da lista de destinos mundiais mais procurados para intercâmbio no exterior. Mas vamos conhecer todos eles.

Quais são os países da Oceania?

No total, são 14 países da Oceania, que somam uma população aproximada de 41 milhões  de pessoas. Confira os dados de cada um na lista abaixo, organizada por tamanho da população e por capitais:

  1. Austrália – 25,5 milhões de pessoas – capital da Austrália: Camberra
  2. Papua-Nova Guiné – 8,7 milhões de residentes – capital: Port Moresby
  3. Nova Zelândia – 5 milhões de habitantes – capital da Nova Zelândia: Wellington
  4. Fiji – 890 mil pessoas – capital: Suva
  5. Ilhas Salomão – 670 mil residentes – capital: Honiara
  6. Vanuatu – 305.000 habitantes – capital: Port Vila
  7. Samoa – 200 mil pessoas – capital: Apia
  8. Kiribati – 121 mil habitantes – capital: Tarawa do Sul
  9. Estados Federados da Micronésia – 106 mil habitantes – capital: Palikir
  10. Tonga – 101.000 habitantes – capital: Nuku’alofa
  11. Ilhas Marshall – 56 mil moradores – capital: Majuro
  12. Palau – 22.000 mil habitantes – capital: Ngerulmud
  13. Tuvalu – 11.000 residentes – capital: Funafuti 
  14. Nauru – 10 mil pessoas – capital: Yaren

É verdade que os países da Oceania são chamados de “Novíssimo Mundo”?

Sim, porque o continente da Oceania, onde fica a Austrália e onde fica a Nova Zelândia, foi praticamente “descoberto” e colonizado depois da colonização das Américas do Norte e do Sul. 

Até meados do século XVIII, os países da Oceania eram habitados por povos nativos e, a partir de então, foram sendo explorados e dominados por outras nações, principalmente o Império Britânico.

Sem dúvida, o processo de colonização e desenvolvimento foi diferente em cada um dos países da Oceania. Por esta razão, eles se desenvolveram de forma diferenciada uns dos outros.

Nesse sentido, a Austrália e a Nova Zelândia são os dois países da Oceania mais desenvolvidos na atualidade e, por isso, configuram opções de intercâmbio que satisfazem diversos perfis de estudantes. 

Quais opções de intercâmbio estão disponíveis nos países da Oceania?

  • Curso de Idiomas
  • Estudar e Trabalhar
  • High School
  • Intercâmbio Universitário
  • Trip Experience

A gente sempre fala nos nossos posts sobre a importância da definição dos objetivos e preferência para a escolha do melhor tipo de intercâmbio para você. Isso também porque um destino pode ser o ideal para você ao contrário de outro. 

Então, pode contar sempre com nosso especialista para te ajudar e orientar na escolha do seu  programa ideal!

Por exemplo, o jovem estudante pode optar por fazer o ensino médio no exterior (high school)  e frequentar uma escola local, interagindo com a comunidade, aprendendo e se desenvolvendo. E os créditos podem ser aproveitados no retorno ao Brasil.

Da mesma maneira, uma experiência de estudo no exterior aliada a um trabalho temporário no país estrangeiro pode fomentar ainda mais as realizações dos objetivos pessoais e profissionais do aluno. 

Além de tudo isso, um dos fatores bastante relevante na preferência por um intercâmbio que une estudo e trabalho é que, com o salário recebido, o aluno pode ter parte do investimento de volta. 

Isso ajuda muito nas despesas durante a viagem e até pode viabilizar que o intercambista conheça outros destinos com esse dinheiro.

Por outro lado, no caso de um intercâmbio mais voltado para turismo, a IE oferece uma viagem cultural de forma independente para diversos continentes, inclusive a Oceania. 

Procure a IE mais próxima de você

Dessa maneira, o programa Trip Experience funciona como uma espécie de viagem de curto período, voltado mais para turismo e lazer, mas que você tem chances de treinar e aperfeiçoar o idioma, além de imergir nos costumes da cultura local.

Confira agora, mais detalhes sobre a Austrália e a Nova Zelândia, que são os principais destinos para estudantes estrangeiros dentre os países da Oceania.

Onde fica a Austrália, o maior dos países da Oceania?

Como já comentado acima, a Austrália é o principal, o maior e o mais rico dentre os países da Oceania, possui mais de 25 milhões de pessoas e um excelente padrão de qualidade de vida.

Sydney, Melbourne e Brisbane são as maiores cidades e excelentes destinos para intercâmbio de estudo e trabalho. 

Assim como, Camberra, que é a capital da Austrália e também oferece condições sensacionais para você morar, estudar e trabalhar na Oceania.

Seja um intercâmbio para estudo e/ou trabalho, muitos estudantes optam por este destino que é sinônimo de qualidade de educação e instituições de ensino. 

Além disso, com o visto de estudante, emitido para permanência além de 14 semanas, é permitido procurar emprego e trabalhar legalmente no país.

Intercâmbio na Austrália: quais as opções oferecidas?

Na Austrália, você consegue fazer intercâmbio com Curso de Idioma, Estudar e Trabalhar, High School, Intercâmbio Universitário e Trip Experience.

No caso do programa para estudar e trabalhar, é permitido que o participante trabalhe até 20 horas semanais durante o período em que estiver tendo as aulas. 

Nas férias, pode trabalhar até 40 horas semanais, de acordo com o combinado com o empregador.

Entretanto, lembre-se que a busca pela vaga de emprego é responsabilidade do aluno, ele quem procura a oportunidade e assim vivencia a experiência de trabalho internacional.

Para este programa, o visto de estudante é feito ainda no Brasil, antes do embarque, e já vem com a autorização para trabalhar. E a remuneração média é de aproximadamente AUD 16.88 por hora.

As principais cidades para intercâmbio na Austrália são:

  • Sydney
  • Melbourne
  • Perth
  • Brisbane
  • Gold Coast
  • Darwin

Onde fica a Nova Zelândia: o terceiro maior dos países da Oceania

Considerado o país geograficamente mais isolado do mundo, a Nova Zelândia fica no sudoeste da Oceania, a cerca de 2.000 km de distância da Austrália.

As maiores cidades são Auckland (1,4 milhão) e Wellington (400 mil), que é a capital da Nova Zelândia.

É formado por duas grandes ilhas: do Norte e do Sul e tem uma população de 5 milhões de habitantes. Seu relevo acidentado apresenta praias, lagos, rios, montanhas e até vulcões!

Nesse sentido, o país é um local muito apreciado por quem curte esportes radicais, aventuras, muita diversão e gosta de gastar energia nas horas vagas. 

Assim, quem gosta de ter contato direto com a natureza e conhecer novas culturas, é um destino que tem muito a oferecer.

Intercâmbio na Nova Zelândia: quais as modalidades disponíveis?

Aqui, os tipos de intercâmbio disponíveis são os mesmos da Austrália: Curso de Idioma, Estudar e Trabalhar, High School, Intercâmbio Universitário e Trip Experience.

Assim como na Austrália, o inglês é um idioma oficial no país, falado por todas as pessoas e, por esta razão, o país também é um destino muito procurado para intercâmbio com curso de inglês.

Igualmente na Austrália, o governo da Nova Zelândia concede permissão de trabalho para os estudantes intercambistas. Com educação reconhecida mundialmente, o ensino é de qualidade e o país detém boas escolas de idioma. 

O High School é um dos programas de intercâmbio mais concorridos na Nova Zelândia. Perfeito para quem deseja fazer o ensino médio no exterior.

Nesta modalidade distrital, o estudante escolhe uma região da cidade e aponta 3 escolas de maior interesse de acordo com as suas preferências. 

Nesse programa, o aluno fica acomodado na casa de uma família local, que recebe uma ajuda de custo e as aulas são em uma escola pública.

Sem dúvida, este programa oferece uma oportunidade maravilhosa para você se tornar fluente em inglês, interagir e conhecer bem de perto outra cultura, além de fazer amizades com pessoas do mundo inteiro.

Os principais destinos para intercâmbio na Nova Zelândia são:

  • Auckland
  • Wellington
  • Christchurch
  • Queenstown

Em conclusão, nosso post de hoje revelou para você quais os países da Oceania, onde fica a Austrália e onde fica a Nova Zelândia, que são os dois destinos mais procurados no “Novíssimo Continente”. 

Ademais, apresentamos para você os principais programas de intercâmbio oferecidos e os destinos mais incríveis para a sua viagem de estudo, trabalho ou lazer no exterior.

Lembre-se que você pode unir o útil ao agradável e ao final do programa de estudo ou trabalho, embarcar em uma Trip Experience sensacional!

Confira hoje mesmo as melhores condições para o seu intercâmbio na Austrália ou na Nova Zelândia, que são os principais países da Oceania para você estudar, trabalhar e viajar. Nosso consultor está pronto para te atender!

Referências

http://www.gov.au/

https://www.govt.nz/