Viver em outro país: o que muda após uma experiência no exterior?

Viver em outro país: o que muda após uma experiência no exterior?

Viver em outro país seja por um curto ou longo período sempre traz mudanças. Sejam elas de qual cunho for, carregam junto de uma experiência engrandecedora, um aprendizado único e cheio de lições.

Às vezes pode não sair como o esperado, mas sem dúvida te gera diversas histórias pra contar. Viver em outro país é uma das oportunidades mais desafiadoras que alguém pode optar por desfrutar. Obviamente que existem sempre muitas recomendações para esse tipo de vivência, mas muito não se pode prever.

Em outras palavras, viver em outro país é, além de um sonho, uma decisão desafiadora. Conhecer uma nova cultura, criar relações com pessoas de outras nacionalidades, aprender e aperfeiçoar um idioma, desenvolver maturidade e autoridade são alguns dos tantos benefícios desse processo.

Porém, para alguns é exclusivamente uma virada de chave, sabe? Uma mudança de vida e de perspectivas. É a oportunidade de se descobrir enquanto pessoa e profissional, é a chance de enfrentar os próprios medos e inseguranças para encarar uma liberdade única.

Primeiramente, é importante que você faça uma escolha sábia do país em que deseja passar essa temporada, ou mesmo que você porventura opte por viver. 

Todas as suas necessidades e metas diante dessa jornada farão ainda mais sentido se vividas em um destino que lhe forneça as melhores possibilidades para o seu perfil de intercambista.

Muitas opções de programas de intercâmbio para o exterior estão à sua espera. Entenda que todos os seus objetivos antes traçados precisam estar alinhados a escolha do seu programa e duração do mesmo.

Porém, hoje nós não iremos falar sobre essas possibilidades, mas sobre o que essa experiência pode gerar de mudança na sua vida. Antes, confere algumas opções de programas:

 

  • Curso de Idioma
  • Estudar e Trabalhar
  • High School
  • Work Experience
  • Universidade

 

Confira algumas mudanças que viver em outro país pode gerar na sua vida:

 

Autonomia

É fato que novas responsabilidades, novos afazeres e, principalmente, um novo estilo de vida, te tornarão alguém com mais propriedade. Desenvolver autonomia no conforto de casa e na presença dos amigos mais chegados, às vezes é difícil.

Viver uma experiência como essa te tratá quase que obrigatoriamente o poder decisório sob muitas questões e é preciso desenvolver cautela, maturidade e concisão em momentos necessários. 

Saber governar seus dilemas e tomar decisões pautadas no seu conhecimento se tornará ainda mais importante.

 

Perspectiva

Logo, a mudança de  perspectiva é natural desse processo. Morar sozinho por si só já exige esse olhar mais crítico, cuidadoso e atento, morar em outro país e sozinho, nem se fale. É extremamente digno que alguns olhares mudem e gerem como consequência resultados mais prazerosos. 

Inclusive, é um processo que se torna bastante constante e orgânico, sabe? A medida que você for colocado em situações que podem te gerar medo, insegurança, nervosismo, essas mudanças de olhares e perspectivas suavizam seus desconfortos e podem te trazer soluções mais práticas e rápidas.

É um exercício, concorda? Mas, em detrimento de tantas possibilidades que uma vivência no exterior pode te gerar, sem dúvida essa é uma das mais necessárias. 

 

Novas amizades

Ah, quem não gosta de fazer novas amizades, não é mesmo? Como é bastante comum que muitas pessoas de diversos países optem por morar um tempo fora, você acaba por se deparar com gente do mundo todo.

Além de vivenciar a cultura do país em que você optou por viver, de quebra convive com pessoas de outras nacionalidades que muito te acrescentarão. Fora que é como se você tivesse um lugarzinho pra ficar em cada lugar do mundo.

Se você tem intenção de desenvolver habilidade em outros idiomas isso também é um ponto bastante positivo, nada melhor do que aprender com quem é nativo e conhece os trejeitos e gírias do lugar.

 

Desafios

Sob o mesmo ponto de vista de autonomia e perspectiva, é inevitável que você não passe por situações inesperadas e que exijam de você um olhar menos cômodo e mais ativo. Viver longe de cada e da comodidade de um lar familiar por si só já um desafio.

Porém, encarar esses desafios como uma prova de resistência é entender que não importa o lugar do mundo, estes sempre estarão por perto. O mais incrível é que você enxergará outros desafios com novos olhos e lembrará que já passou por situações talvez um pouco mais difíceis e mesmo assim conseguir driblar. 

 

Despedida

Tá aí uma coisa que não é fácil: se despedir. Apesar de ser uma coisa que ninguém gosta, depois que você vai morar no exterior isso se torna um tanto menos massacrante. Isso muito porque você talvez sinta ainda mais forte que sempre terá um lar para onde voltar e isso dá uma paz e um conforto danado.

Independente do local que você vá, se despedir de alguém pode se tornar menos doloroso quando o ir e vir talvez seja constante. O bom de experienciar lugares novos é que você talvez não finque os pés em nenhum lugar e tenha a sensação de que cada cantinho te pertence e vice e versa.

 

Em síntese, viver em outro país vai te gerar diversos benefícios, independente das dificuldades que você pode vivenciar durante esse processo. Hoje trouxemos algumas mudanças que essa experiência no exterior pode te gerar. Óbvio que é algo diferente para cada um, suas particularidades exercerão influência nesse processo tão necessário e único.

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *