Escrito por: Marcelo Melo

Orçamento de Intercâmbio: 10 itens a considerar!

Saiba como é composto o orçamento de intercâmbio. Veja os 10 principais itens para o planejamento financeiro e confira dicas valiosas para economizar.

Início » Blog IE Intercâmbio » Orçamento de Intercâmbio: 10 itens a considerar!

Você sabia que o intercâmbio para estudar idiomas no exterior é uma das mais populares e seguras viagens realizadas por jovens estudantes brasileiros? Ficou interessado? Então, vem com a gente e aprenda como planejar o seu orçamento de intercâmbio!

Sendo assim, você precisa saber que o orçamento de intercâmbio deve incluir todos os custos da viagem com estudos, estadia, alimentação, transporte, saúde, lazer, dentre outras despesas.

Nesse sentido, o orçamento de intercâmbio é um planejamento financeiro, com uma lista de todos os custos necessários para que você realize esta incrível viagem de aprendizado e enriquecimento pessoal e profissional.

Típicamente, o orçamento de intercâmbio é composto do custo da escola – matrícula, aulas e livros; o custo da hospedagem – casa de família ou dormitório estudantil e as taxas aplicáveis. E vai depender dos serviços obrigatórios ou opcionais, que estão incluídos no programa.

A passagem aérea, por exemplo, é uma despesa da viagem mas não é considerada como custo do programa. Isto porque algumas pessoas preferem utilizar programas de benefícios para emitir seu ticket aéreo. 

Porém, a passagem aérea também pode ser comprada com a IE. Nossos consultores aéreos estão prontos para oferecer preços imbatíveis, com toda a segurança. 

Em resumo, como os programas são bem flexíveis, os valores de intercâmbio podem ser adaptados de acordo com as necessidades, as expectativas e, sobretudo, as condições financeiras do estudante.

Então, vem com a gente, confira tudo sobre quanto custa um intercâmbio e saiba ainda, nossas dicas incríveis que vão fazer você economizar muito e deixar o preço do intercâmbio bem ao alcance das suas possibilidades!

Assim, você vai poder fazer um planejamento financeiro adequado para antes e durante a viagem, garantindo segurança, tranquilidade, muita diversão e aprendizado!

Orçamento de intercâmbio: 10 principais itens

Conheça os itens que compõem as despesas de quanto custa um intercâmbio ANTES da viagem:

  1. Documentação – engloba as despesas para tirar o passaporte, emitir o visto, além de preparar outros documentos, comprovantes e declarações necessárias. 

Igualmente, vale a pena conferir a necessidade e o custo da vacinação obrigatória para alguns destinos, assim como exames e atestados médicos.

  1. Curso, taxas e materiais – os valores vão depender da duração do curso, que pode ser de 4, 8, 14, 20 ou mais semanas e da carga horária semanal: entre 15 e 40 horas por semana. 

Além disso, há a taxa de matrícula e materiais didáticos que podem estar incluídos ou não. 

  1. Seguro-viagem/saúde – é um item fundamental e obrigatório na grande maioria dos destinos de intercâmbio. Precisa cobrir todo o período de viagem, desde a saída até o retorno ao Brasil. 

Além disso, como alguns países podem exigir seguros com coberturas mínimas específicas, é importante conferir sempre o regulamento de utilização e os itens cobertos pelo seguro.

  1. Passagem aérea – geralmente, o custo da passagem aérea pode ser uma das maiores despesas do programa, dependendo do destino e da época da viagem. Por isso, vale a pena procurar promoções e comprar com antecedência!

E também, muitos estudantes optam por utilizar milhas ou outros benefícios para adquirir o ticket aéreo. Pode ser uma ótima ideia para baixar o custo total da viagem, mas fique atento às regras para mudança de datas. 

Você não imagina como é comum o pessoal gostar tanto do programa e decidir estender o curso por mais tempo!

  1. Pré-viagem – este é um momento mágico, tão gostoso como o programa em si! 

É quando você vai preparar uma lista, escolher e separar tudo o que levar na viagem: mala e mochila novas, remédios de uso contínuo, os melhores artigos de higiene, calçados e as roupas  mais bonitas, confortáveis e adequadas ao clima.

Além de celular, câmeras, adaptadores de tomadas, dentre outros acessórios, especialmente selecionados para deixar o seu intercâmbio ainda mais perfeito!

E DURANTE a viagem, quanto custa um intercâmbio?

  1. Acomodação – sem dúvida, o lugar onde você vai ficar hospedado é outra despesa que precisa ser considerada no preço de intercâmbio e, deve estar de acordo com as suas expectativas e com o seu perfil de estudante.

Normalmente, as opções de acomodação são em casas de famílias estrangeiras (host family) ou em dormitórios estudantis. As casas costumam incluir alimentação: café da manhã e jantar.

Por sua vez, as residências estudantis são ambientes onde o estudante (maior de 18 anos) poderá compartilhar, com alunos de outras as partes do mundo, a liberdade, a autonomia e a responsabilidade de cuidar de uma casa. 

  1. Transporte – é o valor que você vai gastar na condução diária de casa para o curso e vice-versa. Além das viagens, visitas e super baladas com a galera! 

É preciso contabilizar também os transfers na chegada e na partida do país, do aeroporto para a cidade e vice-versa.

  1. Alimentação – é preciso calcular uma quantia suficiente para as refeições em restaurantes, durante as horas que está fora de casa. Nesse sentido, evite comer hambúrguer, batata frita, pizza e beber refrigerante todos os dias!

  1. Lazer – sem dúvida, você vai querer (e merece) aproveitar a viagem, conhecer a cidade, visitar os pontos turísticos, provar a gastronomia local, sair à noite, fazer compras e viajar pelo país, não é verdade?!

Então, separe uma quantia razoável para este importante item do orçamento de intercâmbio!

  1. Extras – por fim, esta é a caixinha de reservas que você vai guardar para eventuais emergências e necessidades. Então, é importante ter disciplina e não tocar na grana, somente em último caso! 

E, para evitar a tentação de gastar tudo de uma vez, o melhor é esconder lá no fundo da mala e “esquecer” que ela existe!

Em conclusão, estes são os 10 principais itens de despesas que vão compor o preço de intercâmbio para estudar no exterior

Com certeza, como comentado acima, os valores podem variar muito de acordo com seu perfil, seus objetivos, além de cada programa de estudo e destino escolhido.

Mas olha, quando a gente quer mesmo alguma coisa e faz um planejamento financeiro, sempre dá para economizar e viabilizar o nosso sonho, não é mesmo?! 

E o que também é super legal, é que os programas são bem flexíveis e você pode organizar de acordo com as suas necessidades, sempre obedecendo as regras do país destino.

Programa de estudo e trabalho: ótima opção para ajudar nas despesas

E, por falar em regras do destinos, uma modalidade de intercâmbio super bacana, eficiente para aprender idiomas e que pode sair bem mais em conta é o programa de estudo e trabalho.

Isto porque, nos destinos onde é permitido estudo e trabalho, o aluno regularmente matriculado em um curso de idiomas pode ganhar permissão de trabalho de meio período!

Com isso, é possível ganhar uma grana extra, que vai ajudar a pagar uma parte das despesas da viagem! Não é muito legal?

E outra incrível vantagem deste programa de intercâmbio para estudo e trabalho é a oportunidade de vivenciar intensamente a cultura local, na sala de aula e interagindo com os nativos. 

Confira abaixo, os países onde o estudante pode estudar e trabalhar legalmente durante o programa de intercâmbio para aprender idiomas:

Curtiu? Veja, em seguida, nossas super dicas para você gerenciar o seu orçamento de intercâmbio durante a viagem.

Programa de trabalho temporário nos EUA

Os Estados Unidos é um destino super almejado de intercâmbio. E não é para menos. O país combina perfeitamente qualidade de vida, lazer e segurança.

Se você gostaria de trabalhar nos EUA temporariamente, tem a chance de ganhar em dólar, o que vai contribuir para diminuir o preço do seu intercâmbio.

Confira as oportunidades abaixo e atente-se às regras na página do programa:

Dicas quentes para o seu orçamento de intercâmbio DURANTE o programa

  • Estabeleça um orçamento diário para todo o período da viagem.
  • Faça uma caixinha diária com a quantidade certa para gastar por dia e, para conter a tentação, saia de casa somente com este valor.
  • Anote todos os gastos e revise-os ao fim de cada dia, semana e mês.
  • Procure atividades gratuitas e promocionais: em muitos lugares há dias quando museus e outras atrações oferecem gratuidade na entrada.
  • Verifique a existência de cupons de desconto em lojas e restaurantes; são muito comuns nos Estados Unidos.
  • Procure andar a pé ou de bicicleta, na medida do possível, faz bem para a saúde e não machuca o seu bolso!
  • Por segurança, divida o seu dinheiro em uma parte em espécie e outra em cartão.
  • Compre comida nos supermercados e faça sanduíches para comer enquanto estiver fora de casa. Fazendo isso, dá para economizar uma boa grana que pode ser melhor empregada em viagens e outras experiências únicas no destino.

E para garantir o sucesso da sua viagem, o ideal é que você faça o seu orçamento de intercâmbio junto a uma agência de intercâmbio especializada, como a IE, que tem muita experiência de mercado, de quem já organizou milhares de programas de intercâmbio!

Dessa forma, a agência IE é capaz de oferecer programas de estudo com o melhor orçamento de intercâmbio para estudar no exterior. Temos as melhores condições em termos de qualidade e preço de intercâmbio. Confira hoje mesmo com nosso especialista!

Referências:

https://www.studyaustralia.gov.au/portuguese

https://www.study.eu/country/ireland

Deixe um comentário