Visto australiano: saiba tudo sobre estudar e trabalhar no país

Visto australiano: saiba tudo sobre estudar e trabalhar no país

Estudar e trabalhar na Austrália é possível! O desejo de muitas pessoas de estudar fora vem acompanhado da possibilidade de uma experiência no mercado internacional. Por isso, hoje vamos falar um pouco sobre o visto australiano e quem precisa ter.

Existem vários tipos de visto australiano, mas primeiramente você precisa entender a importância do mesmo para uma permanência maior no país bem como para obtenção da permissão de trabalho temporário.

Nesse sentido, antes de mais nada, o visto australiano é um documento emitido pelo governo de um determinado país, nesse caso, da Austrália, que concede a permissão de um estrangeiro de ir até o país. 

Em outras palavras, um visto te dá a segurança e garante que você possa entrar legalmente em um país de destino, dando assim o primeiro passo para um intercâmbio. No caso do interesse do participante de estudar e trabalhar na Austrália, é necessário o visto de estudante. 

Do mesmo modo, a solicitação do visto deve acontecer quando o participante deseja estudar e, consequentemente, permanecer no país por mais de 14 semanas. De uma maneira geral, o visto terá validade pelo período de férias (30 dias) e por todo o curso.

Ou seja, você precisa estar com os documentos apostos e cientes de que para viver uma experiência como essa é preciso coragem, vontade e disposição. Viajar em busca de um ensino de qualidade, de uma nova perspectiva de mundo e de uma oportunidade de trabalho faz do processo mais leve.

Sendo assim, fica menos confuso e descomplicado com a orientação de uma agência de intercâmbio. Isso vai te ajudar durante o processo a desmistificar o pensamento sobre algumas fases.

Você ficou curioso para descobrir em quais cidades da Austrália pode estudar e trabalhar? Então confere abaixo as possibilidades:

  • Sydney
  • Melbourne
  • Brisbane
  • Gold Coast
  • Perth
  • Darwin 

Descubra ainda mais sobre o visto australiano e as possibilidades para você no exterior:

 

Durante o período das aulas, o aluno tem permissão de trabalhar 20 horas semanais e nas férias estudantis, por tempo integral. É necessário esclarecer que o mesmo não sai do Brasil com emprego garantido, certo?

Já na Austrália, o participante é responsável por encontrar um emprego e assim viver uma experiência de trabalho remunerado no exterior. Já em relação a validade do visto, isso vai depender do tempo de duração do curso. 

Além disso, se tratando da emissão do visto, é extremamente necessário que o processo de aplicação aconteça com antecedência. O recomendado é que seja por volta de uns 90 dias antes do embarque do intercambista.

Uma dica fundamental é: não se baseie por completo nas experiências alheias. Dito isso, tenha em mente que a espera pelo visto vai sofrer variação de aluno para aluno. Logo, alguns processos podem ser mais rápidos e outros nem tanto.

Isso acontece também porque a própria documentação para emissão pode variar dependendo do caso, certo? A imigração não promete um tempo x de espera, então fique tranquilo quanto a tirar visto australiano, vai dar certo (conte conosco).

 

Acima de tudo, a intenção era te fazer entender um pouco mais sobre o visto australiano e quem sabe desmistificar alguns pensamentos sobre o que é, quem precisa, para que serve e muito mais. Outros destinos solicitam o visto de estudante para quem deseja estudar e trabalhar no país.

Se o seu lugar ideal de intercâmbio não for a Austrália, bate um papo com um de nossos consultores IE que eles vão te ajudar a encontrar o intercâmbio ideal para você, que envolva um destino e um programa que vão te fazer alcançar seus objetivos, focando no seu perfil e nas suas preferências.

Fique por dentro de tudo sobre intercâmbio

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *