Escrito por: Marcelo Melo

Trabalhar em Dublin: veja como conseguir um emprego no exterior

Saiba como trabalhar em Dublin através do intercâmbio na Irlanda. Entenda como é possível morar em Dublin, estudar e trabalhar legalmente.

Início » Blog IE Intercâmbio » Trabalhar em Dublin: veja como conseguir um emprego no exterior

Se você está buscando um trabalho fora do Brasil, saiba que em alguns países, como a Irlanda, é possível trabalhar para ajudar a pagar as contas. Vem com a gente e descubra como trabalhar em Dublin.

Isso mesmo, através do intercâmbio na Irlanda para estudo e trabalho fora do Brasil, o estudante pode trabalhar em Dublin legalmente, ou em outra cidade irlandesa, como:

  • Cork
  • Galway
  • Limerick

Entretanto, a capital do país é bem desenvolvida, possui excelente infraestrutura e inúmeras opções de atrativos e coisas para fazer. Da mesma forma, há muitas oportunidades para trabalhar em Dublin durante o intercâmbio na Irlanda.

Porque trabalhar em Dublin?

Antes de mais nada, a cidade é a maior da Irlanda e, morar em Dublin é uma oportunidade única de conseguir um emprego no exterior.

Isto porque o governo irlandês possui uma política bem flexível para alunos estrangeiros estudarem durante um intercâmbio na Irlanda

Assim, o alto grau de desenvolvimento da capital da Irlanda contribui bastante para que os estudantes possam aproveitar o destino com toda segurança e conforto.

Os serviços públicos, como transporte, saúde e educação são de alta qualidade e, ademais, a cidade sedia os escritórios de importantes empresas multinacionais. 

Conheça algumas empresas que estão no “Silicon Valley” europeu:

  • Google
  • Amazon
  • PayPal
  • Microsoft, dentre outras

Porém, a verdade é que, ao morar em Dublin, dificilmente o estudante do intercâmbio na Irlanda vai conseguir um emprego no exterior permanente numa grande empresa, como as citadas acima.

Quase sempre, as oportunidades são para ocupações mais básicas, na área de serviços e que não exigem especialização e nem experiência.

Mas fique tranquilo, porque o seu foco agora deve ser em interagir com as pessoas nativas, aprender a cultura local e o idioma mais rapidamente.

As oportunidades também podem variar de acordo com a fluência no inglês, que é o idioma oficial da Irlanda.

Dentre as muitas oportunidades, as mais comuns estão listadas abaixo.

Descubra as vagas para trabalhar em Dublin como estudante:

  • Garçon/garçonete
  • Bartender
  • Recepcionista
  • Assistente de cozinha
  • Vendedor em lojas
  • Babá
  • Atendentes de farmácias
  • Entregadores

Como posso trabalhar em Dublin?

Então, há basicamente duas formas legais para você conseguir trabalhar em Dublin:

A primeira forma é sendo contratado por uma empresa local, que vai se responsabilizar por você durante o período do seu trabalho no exterior.

A segunda maneira é mais simples e mais fácil de realizar, através de um intercâmbio na Irlanda para estudar e trabalhar.

Cada uma das formas exige requisitos e vistos diferenciados. 

Vamos entender um pouco mais sobre os tipos de vistos que possibilitam exercer atividades profissionais para o estudante que decide morar na Irlanda e trabalhar em Dublin. 

Conheça os tipos de visto para morar em Dublin e trabalhar legalmente

Visto para trabalho no exterior tipo Stamp 1

Normalmente, este visto deve ser solicitado ANTES de chegar ao país destino.  

Logo, ele viabiliza que qualquer estrageiro trabalhe na Irlanda, a partir de uma proposta profissional feita por uma empresa estabelecida no país. 

O visto de trabalho Stamp 1 tem duas categorias básicas: 

  • General Employment Permit 
  • Critical Skills Employment Permit / Green Card

O General Employment Permit é direcionado para profissionais de diversas áreas, com remuneração mínima de 27.000 EUR.

Este visto custa aproximadamente 500 EUR para até seis meses de autorização de trabalho e  mais ou menos 1.000 EUR para autorizações entre 6 e 24 meses. 

Vale lembrar que, o tempo de processamento é de cerca de 12 semanas.

O tipo Critical Skills Employment Permit / Green Card tem o foco nos profissionais de áreas consideradas relevantes para a economia, que exigem alta qualificação e com oferta escassa no país. 

Nesta categoria, o visto tem validade de 2 anos e também pode levar até 12 semanas para ser concluído.

Viva uma experiência de trabalho na Irlanda e de quebra estude inglês!

Todo o processo de emissão do visto é realizado por meio do Departamento de Negócios, Empresa e Inovação (DBEI) e envolve mais procedimentos administrativos e com maior complexidade. 

Por exemplo, dentre outros quesitos, o empregador deve garantir pelo menos 2 anos de emprego ao solicitante. Confira todos os requisitos com nosso especialista em programas para emprego no exterior.

Por fim, em ambos os casos, os vistos exigem qualificação especializada dos candidatos.

Visto para trabalho fora do Brasil tipo Stamp 2

Antes de mais nada, os estudantes que têm o Stamp 2 podem migrar para o tipo de visto Stamp 1, a partir do momento que recebam uma proposta de trabalho de alguma empresa local.

Além disso, este é o tipo de visto mais adequado para o estudante do intercâmbio na Irlanda pois, autoriza e formaliza o trabalho, desde que ele seja maior de 18 anos de idade e esteja matriculado num curso de idiomas com pelo menos 25 semanas de duração. 

Contudo, é preciso ter certeza que a escola é autorizada pelo governo irlandês!

A solicitação deste visto pode ser feita na Irlanda mesmo, pelo próprio estudante e leva cerca de duas semanas para ser processado e exige a apresentação de alguns documentos, como:

  1. Passaporte válido
  2. Visto
  3. Seguro viagem/saúde internacional
  4. Exame médico
  5. Carta da escola
  6. Carta do empregador e demais informações encontradas com o consultor IE

Tipicamente, esta modalidade de visto é solicitada pelo estudante uma vez dentro do país e tem prazo de validade de 8 meses. 

É possível ser renovado por mais duas vezes, caso o intercambista continue matriculado em alguma escola de idiomas.

Assim, com este visto, o intercambista pode trabalhar até 20 horas semanais, sendo que em períodos específicos (férias) pode chegar a 40 horas por semana.

Sem dúvida, o melhor período para participar desse programa é durante as férias e feriados (junho, julho, agosto e setembro) e durante o recesso de fim de ano: de 15 de dezembro a 15 de janeiro.

Por fim, mesmo com o visto Stamp 2, o estudante do intercâmbio na Irlanda para estudar e trabalhar é considerado um estrangeiro.

Assim, ele não poderá usufruir de nenhum dos benefícios públicos concedidos pelo governo aos cidadãos irlandeses, como saúde e seguro desemprego.

Por isso, um dos requisitos é contratar um seguro viagem ou de saúde internacional.

Vale a pena fazer intercâmbio para trabalhar em Dublin?

Antes de tudo, é importante saber que o salário mínimo por hora para trabalhar em Dublin é de 10,50 EUR, o que pode render cerca de 800 EUR por mês!

Nesse sentido, além de ajudar no orçamento mensal, dá para se organizar e juntar uma graninha extra para pagar outras despesas. 

E quem sabe, fazer aquele tão sonhado tour pela Europa, visitar os principais pontos turísticos e até fazer aquelas comprinhas básicas!

Além disso, a cidade de Dublin conta com natureza exuberante, muitos parques, monumentos históricos e arquitetônicos, uma gastronomia, muita tradição e uma população alegre e hospitaleira.

Veja abaixo, uma lista com os 10 principais pontos turísticos que você não pode deixar de visitar durante o seu intercâmbio para estudar e trabalhar na Irlanda.

  1. Catedral de St. Patrick’s
  2. Castelo de Dublin 
  3. Temple Bar
  4. Destilarias e cervejarias de Dublin
  5. A cadeia de Kilmainham
  6. O Trinity College
  7. O Parque Phoenix
  8. A rua O’Connell 
  9. O Museu Nacional de Arqueologia da Irlanda
  10. O Museu de Emigração Irlandesa – EPIC

Um evento tradicional em todo o país e que em Dublin toma proporções imensas é o St. Patricks Day (Dia de São Patrício).

Celebrado todo dia 17 de março, o feriado nacional homenageia o santo católico padroeiro da Irlanda, com comemorações semelhantes ao nosso carnaval.

Ao som de músicas populares e num clima de muita festa, as pessoas saem às ruas para se divertir, dançar, comer e beber. 

Além disso, dia de São Patrício, pessoas, casas e empresas enfeitam-se de verde, até a tradicional cerveja escura guinness!

Planeje o seu intercâmbio na Irlanda para trabalhar em Dublin com a IE Intercâmbio

Veja como preparamos o seu programa para trabalho fora do Brasil com todo o cuidado e de acordo com o seu objetivo e preferências. Os programas são personalizados e incluem os serviços de: 

  • Recepção pessoal e transporte do Aeroporto para o local de acomodação
  • Palestra inicial de orientação para situar você no novo ambiente
  • Acomodação inicial segura e garantida (em casa de família ou residência estudantil)
  • Escritório com completa estrutura, para dar suporte a qualquer necessidade do aluno
  • Internet e impressora gratuitas
  • Orientação profissional para buscar emprego no exterior (mas quem consegue o trabalho é você!)
  • Suporte completo na orientação sobre documentação obrigatória, renovação de curso, de visto, extensão de acomodação, dentre outros
  • Atendimento customizado para seleção e compra de passeios, ingressos, seguro viagem, aluguel de carro etc.
  • Passeio City tour pelos melhores pontos turisticos de Dublin e muito mais

E aí, o que achou do nosso texto sobre as formas para trabalhar em Dublin? Comenta aqui embaixo e conta com a gente!

A IE tem mais de 26 anos de experiência em programas de intercâmbio para trabalho fora do Brasil. Com a gente, a sua experiência de viver e trabalhar em Dublin vai ser perfeita e inesquecível! Confira nossas super condições!

Fale com nossos especialistas via Whatsapp

Referências

https://www.jobs.ie/

https://www.citizensinformation.ie/en/moving_country/working_in_ireland/migrant_workers/coming_to_work_in_ireland.html