Escrito por: Marcelo Melo

Cultura da Irlanda: de Saint Patrick à herança Celta

Poder se aprofundar na cultura da Irlanda é sempre uma experiência marcante para quem faz um intercâmbio no país. Entretanto, …

Início » Blog IE Intercâmbio » Cultura da Irlanda: de Saint Patrick à herança Celta

Poder se aprofundar na cultura da Irlanda é sempre uma experiência marcante para quem faz um intercâmbio no país. Entretanto, por mais que você vá ter chance de ver tudo isso pessoalmente, vamos te dar uma palhinha!
Você vai acabar percebendo ao longo do artigo que a cultura da Irlanda tem toques bastante revolucionários. Já começa pelo modo como a República da Irlanda deixou de ser um dos países do Reino Unido.
Além disso, também ocorreu uma mescla bem curiosa do cristianismo católico com o folclore celta na região. Como será que isso coexiste na cultura da Irlanda? Vamos descobrir tudo a seguir!

Cultura da Irlanda: que comece a história

Conhecer a história de um povo, inevitavelmente, nos aproxima da sua cultura. Teria como ser diferente no caso da cultura irlandesa?
Sendo assim, separamos alguns marcos históricos que vão te ajudar a entender melhor os costumes da República da Irlanda:

  1. Chegada dos Celtas: a chegada do povo celta e a formação de dinastias na região é muito importante para entendermos essa conjuntura. Isso ocorreu lá pelos anos 1600 a.C, mas as influências são nítidas até hoje.
  2. Chegada do catolicismo: em meados dos anos 400 d.C houve uma intensificação das missões católicas para converterem os celtas. Podemos dizer que foram muito bem sucedidos!
  3. Match do catolicismo com folclore celta: um dos maiores missionários da época foi Patrick, que utilizou recursos do próprio folclore local para converter o povo irlandês ao catolicismo. Deu muito certo! Além disso, ele foi canonizado e até hoje o dia Saint Patrick é muito importante para os irlandeses.
  4. Invasão Viking: a partir de 800 d.C, os ataques vikings, que também atingiriam a Inglaterra, chegaram na Irlanda. O resultado foi uma completa desestabilização! Hoje em dia, você pode dar uma conferida no Museu Viking e Medieval em Dublin.
  5. Incorporação ao Império Britânico: os ingleses conseguiram afugentar a ameaça viking, apesar dos pesares. Em 1169, a Irlanda foi incorporada ao império.
  6. Revolução Irlandesa: embora já houvesse tensões, a coisa ficou feia quando o Rei Henrique VIII rompeu com o catolicismo e fez a reforma anglicana. Foi o início de um período de bastante rebeldia e busca por separatismo.
  7. Separação das Irlandas: os muitos anos de revolução resultaram em fome e polarização. É que a Irlanda do Norte pensava diferente, sendo pró coroa inglesa. Em 1921, finalmente, houve a separação da República da Irlanda e Irlanda do Norte.
  8. Independência irlandesa: em 1937 a República da Irlanda adquiriu a sua independência total e passou a ter a sua própria constituição.


Fale com nossos especialistas via Whatsapp

Quais são os costumes da Irlanda?

Por conta daquele match de catolicismo com folclore celta, a cultura irlandesa é bastante singular. Além de ser um povo bastante hospitaleiro, festivo e bom de copo!
Separamos alguns dos traços mais marcantes para você já ir se ambientando:

  • Idiomas: até hoje o gaélico irlandês, adquirido dos celtas, é um dos idiomas oficiais do país, além do inglês;
  • Saint Patrick ’s Day: o dia 17 de março é dia do padroeiro e o feriado mais importante do país. A cor verde, a cruz celta e o trevo de 3 folhas, símbolos adotados pelo santo, tomam conta da Irlanda e de vários cantos do mundo. Tem ritos católicos, festivais, dança, bebidas verdes temáticas, cerveja. É um sucesso!
  • Leprechauns: os duendes da cultura celta também dão o ar da graça e se misturam aos ritos católicos no Saint Patrick ‘s Day. Quer mais singularidade que isso?
  • Bons de copo mesmo: a cerveja irlandesa é considerada uma das melhores do mundo e eles bebem com esmero! A marca Guinness é um case de sucesso!
  • Haja batata: a batata é a base das refeições na cultura da Irlanda. Os principais pratos envolvem o tubérculo, como é o caso do Dublin Coddle.

Estude e trabalhe na Irlanda com a IE

Um dos nossos programas mais famosos na imersão da cultura irlandesa é o intercâmbio de estudo e trabalho.
A nossa proposta é que você faça um curso caprichado de inglês com duração de 25 semanas. Assim, o seu visto de estudante pode te dar permissão para trabalhar no país meio período. Olha, além de ser uma boa ajuda de custos, é perfeito para praticar o seu speaking.
Pronto para mergulhar com tudo na cultura da Irlanda? Entre em contato e conte com o suporte do nosso time de especialistas!


Fique por dentro de tudo sobre intercâmbio

Deixe um comentário