Categorias
Intercâmbio

Estudar fora do país pode ser a viagem mais incrível da sua vida!

Conheça as sensacionais vantagens de trabalhar e estudar fora do país. Compare dois principais destinos de intercâmbios para estudar no exterior.

Estudar fora do país é a mais incrível viagem da sua vida!

Conhecer um novo destino, uma cultura diferente e obter uma incrível vivência internacional são apenas alguns dos benefícios de estudar fora do país.

Estudar fora do país proporciona ainda, o grande desenvolvimento do seu lado pessoal, na medida que vai te ajudar a adquirir maturidade, autoconfiança, autonomia e independência.

Pelo lado profissional, estudar fora do país é uma experiência inigualável, que vai enriquecer o seu currículo e gerar um super diferencial para a sua carreira profissional.

Nesse sentido, existem várias maneiras para você estudar fora do país, através de programas de intercâmbio de cursos para aprender idiomas no exterior, de cursos superiores de graduação ou pós-graduação, em universidades ou faculdades estrangeiras.

Além disso, você pode optar por realizar um curso profissionalizante e se atualizar com o que há de mais inovador no mercado, na sua área de atuação.

A princípio, você pode aplicar para estudar no exterior em uma escola de qualquer país que desejar, de acordo com as suas necessidades e expectativas de crescimento. E, obviamente, seguindo as regras de cada destino.

Para exemplificar, dentre as muitas alternativas, vamos comparar duas opções de destinos de intercâmbio para estudar, que são muito populares entre os estudantes brasileiros, e possuem regras distintas: a Irlanda e o Canadá.


Duas opções de intercâmbio para estudar fora do país

Estudar e trabalhar na Irlanda

Na Irlanda, o estudante brasileiro precisa ter idade mínima de 18 anos e o curso de inglês pode ser a partir de uma semana com 10 horas por semana de aulas. Entretanto, o mais comum são os programas com duração de 3 meses 20 horas de aulas semanais.

E ainda, a acomodação do aluno é feita em uma casa de família estrangeira (host family) ou em uma residência ou dormitório estudantil.

Entretanto, o grande diferencial deste programa, que o torna tão popular entre o público brasileiro, é a possibilidade do aluno trabalhar durante os estudos.

Isso mesmo! Trabalhar legalmente e receber em euros (em média, 8.70 EUR por hora). Assim, dá até para economizar e ajudar a pagar a viagem!

Contudo, para isso, o estudante deve estar matriculado em uma escola de idiomas autorizada pelo governo local e o curso deve ter duração mínima de 25 semanas, ou seja, 6 meses.

Com isso, o aluno pode solicitar a permissão oficial para trabalhar no país, diretamente, após chegar ao destino.

A carga horária das aulas do curso deve ser de pelo menos 15 horas semanais, assim como, a quantidade de horas autorizadas para trabalhar é de 20 horas por semana, durante os estudos. Porém, nos feriados e nas férias, pode-se trabalhar por até 40 horas por semana.

Estudar e trabalhar no Canadá

Já no Canadá, as regras são diferentes e somente podem trabalhar legalmente no país aqueles alunos matriculados em cursos profissionalizantes ou de nível superior: graduação ou pós-graduação. Aqui, a realização de cursos de idioma não permite trabalhar.

Dessa forma, a duração mínima do curso profissionalizante, se for o caso, tem que ser de 26 semanas, com carga horária entre 20 a 40 horas de aulas por semana, dependendo da modalidade escolhida.

Assim, o aluno pode trabalhar até 20 horas semanais, durante o período de estudo e até 40 horas por semana nos feriados e férias.

Geralmente, a média salarial é de 13 CAN (dólares canadenses) por hora e a autorização é solicitada ainda no Brasil, através do visto de estudo e trabalho.

Vantagens de trabalhar e estudar fora do país

Então, seja qual for a modalidade e o destino escolhido, estudar no exterior é uma experiência única de vivência internacional, que, sem dúvida, você vai lembrar para o resto da vida com uma das melhores viagens que você já fez! Além disso, confere vantagens incríveis para você!

  • Promove a maturidade, a autonomia, a autoconfiança e o crescimento pessoal.
  • Possibilita o entendimento do idioma pela vivência de uma nova cultura.
  • Facilita a assimilação da nova língua através da interação com os residentes do país.
  • Conhece novas teorias e técnicas profissionais na área de atuação.
  • Promove o desenvolvimento da postura profissional profissional.
  • Abre a cabeça para a diversidade cultural e profissional.
  • Viabiliza a remuneração em moeda estrangeira, mais valorizado do que o real.
  • Aumenta a bagagem cultural
  • Enriquece o currículo profissional.
  • Promove uma experiência de vida internacional

Agora que você já conhece as principais vantagens de trabalhar e estudar fora do país, pode ligar para nós que temos uma equipe especializada em intercâmbio no exterior, esperando por você! Confira aqui agora mesmo!

Fique por dentro de tudo sobre intercâmbio

Deixe um comentário