Austrália: o paraíso na Terra!

 

Ah, a Austrália. Em todos esses anos trabalhando com intercâmbio (já vai fazer uns 4) eu NUNCA, em toda a minha vida, ouvi alguém falar mal de lá. Muitos dizem que é o paraíso na terra, e até o que o Brasil deveria ser! Por que? Simples: praia, sol, gente bonita, e muita festa. Mas aliada à toda essa farra, existe segurança pública, desenvolvimento, sistema de transportes eficaz, e ótima qualidade de vida.

De acordo com a Belta (Brazilian Education & Language Travel Association), a Austrália é o segundo país mais procurado pelos estudantes brasileiros que desejam fazer intercâmbio, atrás apenas do Canadá. Apesar do sotaque ser bem diferente do inglês americano, o mais comum, muitos brasileiros procuram cursos de inglês, e se apaixonam tanto pelo país que decidem até fazer graduação ou pós graduação.

A Austrália é o sexto maior país do mundo, em território, logo atrás do Brasil. Apesar de grande parte de sua área ser ocupada por um deserto, o famoso “Outback”, que virou até cadeia de restaurantes, destinos como Brisbane, Gold Coast, Perth, Noosa, e claro, Sydney aliam ótimas escolas, praias, e diversão! Lembrando que a capital da Austrália é Canberra, uma cidade administrativa, e não Sydney, como muitos pensam.

O clima australiano é bem parecido como o brasileiro, com verões bem fortes (a temperatura ultrapassa os 35 graus tranquilamente) e invernos chuvosos. E o clima reflete na cultura e no modo de vestir dos australianos, sempre de chinelos e bermuda. As Havaianas já invadiram as ruas australianas e são um hit por lá – quem já morou recomenda levar várias para dar de presente.

Famosos artistas e bandas, como Kylie Minogue, AC/DC e Silverchair, são australianos. E a grande maioria dos artistas inclui a Austrália, por mais contramão que possa ser, nas suas turnês mundiais, portanto é bom sempre ficar de olho nos calendários, para assistir a uns shows de top artists. Isso pagando precinho de dólar australiano, que é mais barato que o americano, cerca de 20 centavos.

O visto costuma ser fácil de tirar, a partir do momento que você está matriculado em uma escola reconhecida pelo Governo Australiano. Em tempo: todas as escolas que a IE trabalha, são reconhecidas. Para estadias de até três meses, é possível estudar com o visto de turista. Mais do que isso, você deverá tirar o visto de estudante, que permite trabalhar até 20 horas semanais.

Boa viagem, e conheça de perto o Brasil do outro lado do mundo: a Austrália!

Deixe um Comentário

Envie um Whatsapp

Precisamos de algumas informações para enviar sua mensagem.

Condições Gerais

Valores expressos em reais com o câmbio de 28/06/2019, considerando USD = R$ 3,99, AUD = R$2,83, CAD = R$ 3,07, EUR = R$ 4,56, GBP = R$5,14 NZD = 2,71. Haverá atualização do câmbio no ato da compra. Parcelamento em até 12x sem juros restrito à programas com destinos e durações específicas, sujeito a disponibilidade de datas. Não inclui taxa de consultoria no valor de USD 129, CAD 185, AUD 185, GBP 99, EUR 129, a ser cobrada na moeda do programa. Vagas limitadas. Serviço de assessoria de visto requer aplicação de visto com prazo mínimo de 3 a 5 meses antes do início do programa. Fale com seu consultor para maiores informações.