O que fazer em Lisboa: confira o melhor da capital portuguesa

Descubra neste artigo o que fazer em Lisboa! Conheça os 5 melhores pontos turísticos em Lisboa e saiba o que visitar quando morar em Portugal!
Compartilhe:

Um dos maiores destinos para brasileiros na Europa, morar em Portugal encanta pela sua cultura e belezas naturais, principalmente na sua capital, onde o que fazer em Lisboa é o que não falta.

Sem dúvida, ao decidir viajar para Portugal, saber o que fazer em Lisboa é uma ótima maneira de se organizar e preparar um roteiro cultural.

Isso porque, existem muitas possibilidades para o que fazer em Lisboa, indo de visitas a castelos, igrejas, museus, gastronomia, compras, até deliciosas praias em seus arredores.

Além de programas de intercâmbio que incluem até trabalho em Portugal para você!

Por isso, criamos este artigo para você conhecer o que fazer em Lisboa e aproveitar os pontos turísticos de Lisboa! Vamos lá?

Afinal, o que fazer em Lisboa?

O que fazer em Lisboa

Antes de apresentarmos os melhores pontos turísticos de Lisboa, vamos contar um pouco mais sobre a capital e a população de Portugal.

Antes de mais nada, atualmente, segundo o site Country Meters (2023), Portugal tem 10.072.983 habitantes.

A cidade está localizada no litoral sudoeste de Portugal, na Península Ibérica, no extremo sul da Europa, vizinha da Espanha.

É também um dos principais destinos para quem vai fazer intercâmbio em Portugal, seja para estudar ou trabalhar.

Veja onde fica Portugal no mapa abaixo:

Sua história remonta à Antiguidade, tendo sido dominada por diferentes povos: fenícios, romanos, visigodos, muçulmanos, cristãos, dentre outros.

De lá saíram as expedições durante o período das Grandes Navegações, que culminaram no descobrimento do Brasil no século XV.

Atualmente, conta com uma população de cerca de 550 mil pessoas, reúne as sedes das principais empresas do país, possui o maior e mais importante porto de Portugal.

Anexa à Zona do Euro em 1999, hoje em dia o IDH de Portugal é muito alto.

Isto porque tem recebido muitos investimentos que refletem na excelente infraestrutura do país e em tudo o que fazer em Lisboa.

Nesse sentido, a capital conta com saúde, educação, segurança e transportes de ótima qualidade, além de centros comerciais que fazem toda a diferença na viagem para Lisboa.

Por fim, o clima oferece uma temperatura em Portugal muito agradável.

Veja como está o clima em Lisboa agora:

Dessa maneira, reúne atrações de vários tipos, que agradam a todas as idades e gostos. Assim, não falta o que fazer em Lisboa!

Agora sim, vamos te mostrar os principais pontos turísticos de Lisboa, para você que vai viajar para Portugal.

Assim, vai poder planejar sua viagem com toda segurança e garantir que não vai deixar nada de fora do roteiro!

E uma informação importante é que Portugal faz parte do Espaço Schengen e, por isso, brasileiros não precisam de visto para Portugal para viagens de até 90 dias.

Os principais pontos turísticos de Lisboa

Pontos turísticos de Lisboa

Como tem muito o que fazer em Lisboa, vamos dividir nossa lista em 6 partes, para facilitar seu planejamento, ok? Sendo assim, apresentaremos os pontos turísticos de Lisboa em:

  1. Região Central
  2. Bairro Belém
  3. Área Moderna de Lisboa: Bairro Parque das Nações
  4. Museus de Lisboa
  5. Passeios por Lisboa
  6. Arredores da capital de Portugal

1. O que fazer em Lisboa: Região Central de Lisboa

  • Praça do Comércio
  • Elevador Santa Justa
  • Castelo de São Jorge
  • Arco da Augusta
  • Panteão Nacional 
  • Praça do Rossio
  • Igreja Catedral da Sé
  • Igreja e Mosteiro São Vicente de Fora
  • Ruínas do Convento do Carmo
  • Ascensor da Bica
  • Parque Eduardo VII

Praça do Comércio

Estrategicamente localizada no Centro da cidade, a Praça do Comércio fica à margem do Rio Tejo e com certeza você vai passar por ela várias vezes durante a sua viagem para Lisboa.

Antigamente, os edifícios ao seu redor eram ocupados pela realeza mas atualmente abrigam diversos escritórios do governo, além de restaurantes, cafés e hotéis. 

E se você curte literatura, pode visitar o restaurante preferido de Fernando Pessoa, o Martinho da Arcada, um dos mais famosos e concorridos por lá.

Elevador de Santa Justa

O elevador de Santa Justa é um dos pontos turísticos de Lisboa mais frequentados por turistas e moradores da cidade.

Foi inaugurado no início do século XX, com 45 metros de altura e uma estrutura metálica nos moldes da famosa Torre Eiffel, de Paris.

Sua principal função era fazer a conexão entre os bairros da Baixa Lisboeta e o Bairro Alto.

Mas, com o passar do tempo, acabou se transformando em uma das principais atrações visitadas por turistas e por quem vai morar em Portugal.

E não é para menos, lá de cima do elevador a vista da cidade baixa é incrível e ainda contempla o grandioso Castelo de São Jorge!

O elevador de Santa Justa funciona todos os dias das 7h30 às 23h (de maio a outubro) e das 9h às 21h, de novembro a abril.

Castelo de São Jorge

Sem dúvida, o Castelo de São Jorge é um dos pontos turísticos de Lisboa mais bacanas e imperdíveis, tanto por sua história como pelas vistas e atrações culturais que abriga.

Esta enorme fortaleza de pedra, que possui imensas muralhas e 11 torres, foi construída ainda no século XI, como uma fortificação para a defesa da cidade medieval. 

Foi também o lugar para morar em Portugal da família real até o século XVI, quando novamente se tornou um forte militar.

Além do resgate histórico pelos passeios por entre as suas vielas, o turista em viagem para Lisboa se encanta com as vistas da cidade lá embaixo e os diversos eventos culturais.

Com espetáculos de dança e apresentações da cultura portuguesa, o Castelo de São Jorge em Lisboa é aberto ao público todos os dias e com visitas guiadas.

Ele fica localizado na freguesia (bairro) de Santa Maria Maior e recebe mais de 1 milhão de visitas por ano!

O Castelo está aberto diariamente das 9h às 18h entre 1° de novembro a 28 de fevereiro, e entre 1° de março a 31 de outubro, das 9h às 21h.

Arco da Augusta

O Arco da Augusta foi construído em meados do século XVIII e virou um símbolo do renascimento da cidade depois de um terrível desastre natural.

Em 1755, o enorme terremoto que destruiu a cidade foi seguido de gigantescos incêndios e inundações.

Fica perto da Praça do Comércio e, hoje, é uma dos pontos centrais de Lisboa de onde se pode ter uma vista 360º do seu alto e vislumbrar a belíssima arquitetura da cidade.

Sua visitação pode ser feita todos os dias, das 9h às 20h.

Panteão Nacional

Na verdade, o nome original deste que é um dos pontos turísticos de Lisboa mais icônicos, é Igreja de Santa Engrácia, construída no século XVII.

Localizada no bairro central de Alfama, sua arquitetura imponente impressiona a todos que a visitam, com uma grande abóbada branca no seu topo. 

Na parte interna, além da beleza arquitetônica, sua história encanta os mais interessados na cultura portuguesa.

Isto porque lá estão os monumentos fúnebres de algumas importantes personalidades da história e cultura lusitana.

Lá estão, por exemplo, o poeta e escritor Almeida Garrett, a cantora de fado Amália Rodrigues e Pedro Álvares Cabral.

Uma dica legal se você vai viajar ou morar em Portugal é incluir na visita ao Panteão a Feira da Ladra, no Campo de Santa Clara, a mais antiga rua de Lisboa e reúne artesãos e antiquários.

Confira o horário de funcionamento: das 10h às 17h de outubro a março e das 10h às 18h, de abril a setembro.

Tradicionalmente, o Panteão fecha nas segundas-feiras e nos dias: 1° de janeiro, Domingo de Páscoa, 1° de maio, 13 de junho e 24 e 25 de dezembro.

Praça do Rossio

Outro lugar que não pode faltar na lista de visitas durante a sua viagem para Lisboa é a Praça do Rossio.

Fica junto à Rua Augusta e é um dos lugares mais movimentados da região central e por lá estão atrações históricas, culturais e gastronômicas, como por exemplo:

  • Estátua de Dom Pedro IV
  • Café Nicola, um dos melhores e mais famosos de Lisboa
  • Teatro Nacional Dona Maria II
  • Estação Ferroviária do Rossio (dali partem os trens para os arredores de Lisboa)

Igreja Catedral da Sé

A Catedral da Sé também é conhecida como Igreja Maria Maior de Lisboa. Ela está localizada no bairro central da Alfama e guarda as relíquias de São Vicente, padroeiro da cidade.

Foi construída nos anos de 1.100 e tem características bem marcantes da era medieval.

Na parte externa, possui um estilo simplório, com duas torres não muito altas e uma grande porta em madeira, embaixo de um vitral colorido em forma de flor.

O seu interior revela os vários estilos arquitetônicos pelos quais a igreja foi testemunha, principalmente o gótico e o românico.

É um dos mais antigos pontos turísticos de Lisboa e como conta a lenda, ela foi erguida para celebrar a reconquista cristã da colonização dos mouros.

A Igreja Catedral da Sé está aberta diariamente das 9h às 19h. A visita ao Claustro e Museu do Tesouro pode ser feita todos os dias 10h às 17h no inverno e das 10h às 18h no verão.

Igreja e Mosteiro São Vicente de Fora

Ali pertinho da Catedral da Sé, na parte alta do bairro da Alfama, fica a Igreja e o Mosteiro São Vicente de Fora.

A história nos conta que sua construção surgiu a partir da promessa do Rei Dom Afonso em honrar São Vicente, caso conseguisse reconquistar a cidade, no ano de 1.147.

Sua grande importância histórica e religiosa justifica a visita de quem visita a cidade durante o intercâmbio em Portugal, por exemplo.

Isto porque ali teria vivido Santo Antônio, enquanto ainda enquanto monge.

Além disso, abriga ainda o Panteão Real dos Bragança, com os túmulos de importantes Reis e Rainhas bem conhecidos por nós: Dom João VI, Carlota Joaquina e Dom Pedro II.

O horário de funcionamento da Igreja e Mosteiro São Vicente de Fora é de terça a domingo, das 10h às 18h. 

Porém, a atração está fechada nas segundas-feiras e nos dias 1º de Janeiro, Sexta-feira Santa, Páscoa, 1º de Maio e 25 de Dezembro.

Ruínas do Convento do Carmo

As ruínas da Igreja do Carmo têm uma grande importância no contexto histórico da cidade de Lisboa. Assim, é um ponto imperdível na sua viagem para Lisboa!

Fica no alto de uma colina e seus arcos ogivais que enfeitam uma fachada ótica guardam importantes memórias arqueológicas do grande terremoto de 1755. 

Nesse sentido, ali foi criado o Museu Arqueológico do Carmo, que engloba diversos monumentos em pedra, como lápides e túmulos.

Além disso, é possível ver também múmias pré-colombianas em perfeito estado, um sarcófago egípcio, artefatos em cerâmicas e painéis de azulejos belíssimos..

Uma das curiosidades sobre Portugal é que o país abriga a livraria mais antiga do mundo: a Livraria Bertrand do Chiado.

Inaugurada em 1732, é outra atração para o que fazer em Lisboa e fica ali pertinho do Carmo.

E a dica aqui é que o Convento do Carmo fica ao lado do elevador de Santa Justa, no Bairro Alto, onde estão também alguns excelentes restaurantes e até uma cervejaria!

Assim, que tal dar uma volta por lá nos dias de folga durante o Work Experience IE, um dos tipos de intercâmbio em Portugal para trabalhar legalmente por lá?!

O Museu das Ruínas do Convento do Carmo está aberto para visitação de segunda a sábado, das 10h às 18h entre outubro e o fim de maio.

E das 10h às 19h de junho até o fim de setembro. Fecha aos domingos e nos dias 24 de dezembro, 25 de dezembro, 1° de janeiro e 1° de maio.

Ascensor da Bica

Na verdade, há diversos ascensores (elevadores horizontais) espalhados pela parte central da cidade que transportam locais e turistas entre os altos e baixos de Lisboa.

E o mais famoso deles, que é um dos principais pontos turísticos de Lisboa, é o Ascensor da Bica, que percorre o trecho entre o Bairro Alto e o Cais do Sodré.

O caminho de 15 minutos é feito pela Rua da Bica, apertadinha, margeando casas, bares e restaurantes. Num ambiente bem bucólico e pitoresco!

Com certeza, passear pelo Ascensor da Bica é uma das coisas imperdíveis do que fazer em Lisboa que permite interagir com os nativos e sua cultura.

Horário de funcionamento do Ascensor da Bica: de segunda a sábado das 7h às 21h,    domingos e feriados das 9h às 21h.

Parque Eduardo VII

Se você é louco por parques urbanos, o Eduardo VII vai fazer a sua cabeça durante sua viagem para Lisboa!

Ele foi batizado em homenagem ao Rei inglês Eduardo VII e abriga grande quantidade de eventos, como shows, feiras (de livros, etc.), festivais e exibições.

É o maior parque público da cidade, com extensa e belíssima área verde que engloba duas estufas da década de 1930, conta enorme variedade de plantas e flores de todas as partes do mundo.

É quase um jardim botânico, de tantas espécies. Uma verdadeira coleção digna de um museu ao ar livre e imperdível para quem vai morar em Portugal.

2. O que fazer em Lisboa: Bairro Belém – A freguesia dos descobrimentos

  • Torre de Belém
  • Padrão dos Descobrimentos
  • Mosteiro dos Jerônimos
  • Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT)

Torre de Belém

Considerado um dos pontos turísticos de Lisboa mais famosos, a Torre de Belém é também um dos principais e mais visitados cartões postais da cidade.

Fica situada na freguesia que leva o mesmo nome e também é famosa pelos famosos pastéis de Belém, lembra?!

Então, durante a visita, não deixe de provar esta deliciosa iguaria da culinária portuguesa na famosa casa de Pastéis Belém, que guarda a receita do melhor pastel, desde o século XIX.

Além disso, foi daqui que partiram as grandes caravelas para explorar o Novo Mundo, no século XV.

Sendo assim, o local costuma funcionar de terça a domingo, das 10h às 17h, e o topo da torre possui uma vista privilegiada de Lisboa para visitação.

Padrão dos Descobrimentos

Localizado às margens do Rio Tejo, este monumento é outro dos mais populares pontos turísticos de Lisboa e que tem tudo a ver com a nossa história!

Erguido como uma caravela estilizada, possui na sua proa a imagem do Infante D. Henrique, motivador das viagens ultramarinas, e outros protagonistas do bem sucedido império marítimo português.

Ali, estão homenageados os maiores navegadores portugueses, como Pedro Álvares Cabral e Vasco da Gama, além do poeta e escritor Luís Vaz de Camões.

Sendo assim, do alto dos seus 56 metros, é possível ter uma vista esplêndida da freguesia de Belém, do Mosteiro dos Jerónimos, da Torre de Belém, do Rio Tejo e seus arredores.

E nossa dica para a sua viagem para Lisboa ficar ainda mais completa é visitar também o Museu dos Coches.

Ele fica ali pertinho do Padrão dos Descobrimentos, na freguesia de Belém e conta um grande acervo de coches e carruagens do século XVI ao XIX. Simplesmente imperdível!

Está aberto para visitação todos os dias, das 10h às 19h, de março a setembro e das 10 às 18h, de outubro a fevereiro. Fecha nos dias 1° de janeiro, 1° de maio e 25 de dezembro.

Mosteiro dos Jerónimos

Definitivamente, o Mosteiro dos Jerônimos é mais um dos valiosos e imperdíveis pontos turísticos de Lisboa que você não pode deixar de fora!

Não somente pela beleza arquitetônica, no estilo manuelino e sua imponente fachada de mais de 300 metros de extensão, mas também pela sua importância histórica.

Sem dúvida, o Mosteiro é um dos melhores exemplos da arquitetura manuelina, também conhecida como estilo gótico português.

Além do mais, ali estão os túmulos dos reis Dom Henrique, Dom Sebastião, dos poetas Fernando Pessoa e Luís de Camões, além do navegador Vasco da Gama.

O horários de funcionamento do Mosteiro dos Jerônimos é de terça a domingo, das 10h às 17h30, no período de outubro a abril

De maio a setembro, o Mosteiro funciona  das 10 às 18h30 e está fechado nas segundas-feiras e nos dias 1° de janeiro, Domingo de Páscoa, 1° de maio, 13 de Junho e 25 de dezembro.

Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT)

Dentre os muitos museus que você pode visitar na sua viagem para Lisboa, o Museu de arte, arquitetura e Tecnologia, que foi aberto em 2016 e é um dos mais legais.

Fica às margens do Rio Tejo e seu acervo engloba obras de arte contemporânea, além de seu edifício, que é uma das construções mais modernas da capital de Portugal.

Do alto do seu terraço, inclusive, dá para apreciar paisagens únicas da Ponte 25 de Abril e do pôr do sol na capital lusitana!

O MAAT está aberto de quarta a segunda-feira, das 10h às 19h. Fecha às terças e nos dias 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro. 

Nos dias 24 e 31 de dezembro abre somente após as 15h

Outros museus em Belém

Ali pertinho dos Mosteiro dos Jerônimos está também o Museu Coleção Berardo.

Ele tem um impressionante acervo com obras dos representantes dos principais movimentos artísticos do mundo, como Pablo Picasso, Marcel Duchamp, Joan Miró e Andy Warhol.

E para os amantes da navegação e da astronomia, o Museu da Marinha Portuguesa e o Planetário Calouste Gulbenkian também estão por ali e compensam a visita!

Geralmente, estes museus também abrem das 10h às 19h e fecham às terças e nos dias 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro. Então, vale a pena conferir no site de cada um deles!

3. O que fazer em Lisboa: Área Moderna de Lisboa – Bairro Parque das Nações

  • Teleférico de Lisboa
  • Oceanário de Lisboa
  • Pavilhão do Conhecimento
  • LX Factory

Teleférico de Lisboa

Outro dos pontos turísticos de Lisboa mais visitados é o teleférico da cidade, que fica no antigo bairro industrial, atualmente todo renovado.

É um passeio que dura apenas 8 minutos, aproximadamente, mas é muito bonito e vale a pena pela vista.

Isso porque, lá do alto, é possível avistar:

  • Rio Tejo
  • Parque das Nações
  • Oceanário de Lisboa
  • Outros lugares históricos e pontos turísticos de Lisboa

E uma dica legal para quem está fazendo intercâmbio em Portugal é fazer o passeio no fim da tarde para aproveitar o deslumbrante pôr do sol, principalmente durante o verão!

Funciona todos os dias, das 10h30 às 20h no verão e das 11h às 18h no inverno. 

Nos feriados, contudo, os horários podem ser diferenciados.

Oceanário de Lisboa

Localizado no Parque das Nações, o aquário do Oceanário de Lisboa abriga mais de 500 espécies de animais marinhos, sendo um dos passeios preferidos para fazer em família!

É uma verdadeira viagem ao fundo do mar, com exposição de diversas espécies marinhas dos mares de todo o mundo, incluindo tubarões, peixes imensos, luminosos e coloridos.

Sem dúvida, um dos maiores pontos turísticos de Lisboa para a criançada, mas também agrada jovens e adultos!

O horário de funcionamento do Oceanário de Lisboa é diário, das 10h às 20h (última entrada às 19h). 

No inverno, o Oceanário fica aberto somente até às 19h (última entrada às 18h).

Horários especiais: 25 de dezembro, das 13h às 18h e 1° de janeiro das 12h às 18h.

Pavilhão do Conhecimento

Este é um museu de ciência bem divertido e interativo, que fica pertinho do Oceanário de Lisboa e vale combinar as visitas no mesmo dia!

Sua exposições são sempre atualizadas e conferem entretenimento para todas as idades e gostos! 

Inclusive, se tiver tempo sobrando na sua viagem para Lisboa, dá para participar dos workshops de impressão de objetos 3D, robótica, fabricação de sapatos e muitas outras coisas. 

Horário de funcionamento do Pavilhão: de terça a sexta-feira, das 10 às 18h (última entrada às 17h30).

Fim de semana e feriados, das 11h às 19h (última entrada às 18h30). 

O Pavilhão está fechado nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1° de janeiro.

LX Factory

Esta antiga fábrica de tecido às margens do Rio Tejo foi transformada em um dos espaços mais cool de Lisboa, num ambiente com tudo de melhor no ambiente hipster.

Reúne mais de 50 lojas, bares modernos, estúdios e arte, escritórios, restaurantes contemporâneos, cafés, livrarias, até  estúdio de tatuagem.

Vale a pena dar umas voltas por lá durante sua viagem para Lisboa!

Funciona diariamente no horário comercial, das 9h às 19h, mas cada espaço pode fazer seus próprios horários estendidos.

4. O que fazer em Lisboa: Museus de Lisboa

  • Museu Fundação José Saramago
  • Museu Nacional dos azulejos
  • Museu do Fado
  • Lisboa Story Centre
  • Museu do Chiado
  • Museu e Igreja São Roque

Museu Fundação José Saramago

A visita à Fundação José Saramago completa a sua experiência na cidade de Lisboa e ajuda a entender um pouco mais da cultura lusitana e da vida do famoso escritor.

Você vai conhecer a obra do escritor português, que levou o Prêmio Nobel de Literatura em 1998, além de filmes e outros textos sobre sua vida e obra, tudo em português de Portugal!.

Na Casa dos Bicos, onde está instalada a Fundação, também são realizados eventos culturais como, como peças, debates e outras apresentações dedicadas a Saramago. 

Uma curiosidade é que, em frente à Casa dos Bicos está uma frondosa oliveira, onde aos seus pés foram depositadas as cinzas de José Saramago, que morreu no ano de 2010.

Seu funcionamento é de segunda à sábado, das 10h às 18h. 

Museu Nacional dos azulejos

O museu de três andares guarda lembranças da história lusa pintadas em azulejos coloridos, onde as cores branca, azul e amarela predominam.

É um tradicional e muito popular museu português, que proporciona ao visitante uma viagem ao passado, por séculos de aprimoramento da arte da cerâmica.

Inclusive, seu acervo contém um valioso patrimônio histórico português: um enorme painel azulejado que ilustra o panorama da cidade antes de ser destruída pelo terrível terremoto de 1755. 

Além de diversos painéis e obras de arte antigas e modernas, as coleções de azulejos que representam passagens bíblicas impressionam e chegam a encher os olhos de lágrimas.

O Museu Nacional do Azulejos funciona de terça a domingo, das 10h às 18h.

Mas fecha nas segundas-feiras, no Domingo de Páscoa e nos dias, 1° de maio, 13 de junho, 25 de dezembro e 1° de janeiro.

Museu do Fado

Inaugurado em 1998, este museu celebra o estilo musical português mais tradicional!

Sua exposição conta a história do Fado desde a sua origem, no século XIX, até a atualidade e passa pela evolução da guitarra portuguesa e grandes nomes que compõem o universo fadista.

Seu acervo inclui com objetos, documentos e espólios de intérpretes, autores, compositores, músicos, fabricantes de instrumentos e outras celebridades do Fado.

Seu horário de funcionamento é de terça a domingo, das 10h às 18h. Está fechado nas segundas-feiras e nos dias 1° de janeiro, 1° de maio e 24, 15 e 31 de dezembro.

Lisboa Story Centre

Esta é outra opção do que fazer em Lisboa!

O museu interativo fica na região central de Lisboa e conta a história da capital desde os primeiros habitantes a morar em Portugal.

Através de vídeos e áudios é possível se inteirar sobre o desenvolvimento da cidade de Lisboa.

Assim, você vai ver como era a capital antes de 1755, quando ocorreu o grande e destruidor terremoto, como ela foi sendo reconstruída até a atualidade.

O passeio te leva a mergulhar numa viagem pelas diversas fases da capital portuguesa.

Vai desde os primeiros conquistadores, das navegações portuguesas, das  organizações católicas, da destruição e reconstrução liderada pelo Marquês de Pombal. 

O funcionamento é diário, das 10h às 20h.

Museu do Chiado

O Museu do Chiado é um importante centro de Arte Contemporânea de Portugal e seu acervo contempla obras do período entre 1850 e 1950.

Algumas das mais famosas peças da coleção são os quadros dos renomados pintores Almada Negreiros e Columbano Bordalo Pinheiro. 

Seu horário de funcionamento é de terça-feira a sexta, das 10h às 13h e das 14h às 18h. Nos fins de semana e feriados, funciona das 10h às 14h e das 15h às 18h. 

Museu e Igreja São Roque

Este é um museu que já impressiona o visitante ou quem vai morar em Portugal, pela fachada externa, construída ainda no século XI.

No seu interior, a igreja é um dos primeiros templos jesuítas e abriga a Capela São João Batista, uma das mais valiosas de todo o mundo.

De acordo com a história, ela foi erguida em Roma e transportada para Lisboa em 1747, com o auxílio de três navios.

O Museu de São Roque fica ao lado da Igreja e conta com uma exuberante coleção de arte sacra, em um amplo acervo de pinturas, esculturas e peças de tapeçaria.

Seu horário de funcionamento é:

  • Terças e Quartas, das 10h às 18h
  • Quintas, das 14h às 21h
  • Sextas, Sábados e Domingos, das 10h às 18h

5. O que fazer em Lisboa: Passeios por Lisboa

  • Passeios de elétrico pelos bairros históricos
  • Avenida da Liberdade

Passeios de elétrico pelos bairros históricos

Em primeiro lugar, o Elétrico 28 é um passeio charmoso pelos bairros históricos de Lisboa, onde o trajeto começa em Campo de Ourique e vai até Martim Moniz.

É um dos passeios mais interessantes e enriquecedores dentre tudo o que fazer em Lisboa!

Sendo assim, o trajeto do Elétrico cruza cerca de 35 diferentes pontos turísticos de Lisboa, legal, né? Além desse, outros bondinhos circulam pela cidade.

Devido a isso, é possível conhecer outros lugares de Lisboa, além de usufruir dos transportes mais tradicionais de Portugal.

Avenida da Liberdade

A Avenida da Liberdade é uma das mais importantes e bonitas da cidade, e oferece muito o que fazer em Lisboa.

Ela faz a ligação da Praça dos Restaurantes, que fica próxima à Praça do Rossio até a Praça Marquês do Pombal.

O passeio pela arborizada avenida é uma excelente opção do que fazer em Lisboa ao ar livre.

Isto porque confere excelente oportunidade de vivenciar um pouco do dia a dia dos habitantes da cidade e apreciar as famosas e preservadas calçadas portuguesas.

O vai e vem de pessoas é contínuo, entrando e saindo dos diversos hotéis, bares, café, restaurantes e sofisticadas lojas ali instaladas.

É um lugar ideal para interagir com a cultura portuguesa e os moradores de Lisboa, durante o intercâmbio em Portugal para estudar numa das melhores universidades de Portugal!

6. O que fazer em Lisboa: Arredores da capital de Portugal

  • Sintra
  • Cascais e Estoril
  • Óbidos
  • Fátima

Sintra

Esta é uma das cidades de Portugal, que fica bem pertinho e é uma ótima opção para o que fazer em Lisboa.

Localizada nas montanhas, a cerca de 30 minutos de trem de Lisboa, Sintra é considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO e reúne um acervo arquitetônico de tirar o fôlego!

O romântico vilarejo reúne muitos palácios, monumentos históricos, palácios e um aconchegante centro histórico que oferece grande variedade de restaurantes e docerias.

Por lá, além do clima fresco das montanhas, você vai provar os autênticos e famosos travesseiros de Sintra, iguaria característica da cidade!

Sintra é super famosa e vai te surpreender pelos castelos e  palácios medievais construídos a partir das aspirações mais inebriantes da elite real que utilizavam a cidade para descanso.

Sem dúvida, é um dos passeios próximos da capital de Portugal que você não pode deixar de fazer durante sua viagem para Lisboa!

Cascais e Estoril

Cascais é o destino das praias mais próximas de Lisboa, cerca de 40 minutos de trem, partindo da Estação Cais do Sodré, na capital

É uma ótima opção para o que fazer em Lisboa e arredores nos dias mais quentes!

Lá, você vai curtir ótimos restaurantes especializados em frutos do mar e outros pratos típicos de Portugal.

Tudo no clima de balneário e vida à beira-mar, podendo curtir ainda outras  das muitas praias entre Cascais e Estoril, cidade ao lado.

Duas das atrações mais concorridas são o Cassino de Estoril e a famosa caverna a céu aberto Boca do Inferno.

E, para quem tiver interesse em conhecer tudo o que fazer em Lisboa e entorno, vale muito a pena ir de ônibus até o Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa Continental.

Óbidos

Distante cerca de 80 km e aproximadamente uma hora do centro, o vilarejo medieval Óbidos é uma jóia histórica!

É uma atração imperdível para o que fazer em Lisboa, que pode ser visitada durante todas as estações do ano em Portugal!

Na verdade, a lenda diz que a cidade foi um presente de casamento para Dona Isabel, esposa de Dom Dinis à sua esposa Isabel, quando ali desfrutavam sua lua de mel.

Sendo assim, nos cinco séculos seguintes passou a ser parte do dote de todas as rainhas portuguesas.

Com construção em origem romana, foi erguido ainda no século XIV e possui extensa muralha que protege parte do povoado.

Suas casinhas ainda são ocupadas por famílias ou pequenos negócios e são enfeitadas com flores e plantas na janela, numa atmosfera bem tranquila e bucólica!

Pelas estreitas vielas pode perder a noção do tempo, fazer compras e apreciar delícias nas lojas, livrarias, bares e restaurantes.

Fátima

Se Óbidos é uma jóia portuguesa, Fátima também faz parte de um dos maiores atrativos turísticos de Portugal.

A 130 km de Lisboa está o principal santuário de peregrinação cristã de Portugal e um dos mais importantes do mundo. 

A cidade ganhou notoriedade após a primeira aparição da Virgem Maria para três crianças pastorinhas na região.

Assim, é possível visitar a pequena vila e a antiga casa habitada pela família na época.

Durante os meses mais quentes do ano, acontece a Procissão de Velas, que reúne milhares de fiéis católicos.

Sem dúvida, a energia por ali é sensacional e atrai não somente turistas, mas portugueses e estrangeiros que vão morar em Portugal!

Intercâmbio em Portugal

Depois de conhecer tudo o que fazer em Lisboa, que tal saber mais sobre as opções de intercâmbio em Portugal, que você pode desfrutar na capital lusitana?

Sabemos que morar em Portugal para estudar idiomas não é a forma mais procurada de intercâmbio!

Mas as oportunidades de intercâmbio para Portugal englobam a possibilidade de trabalhar legalmente até estudar em algumas das universidades mais tradicionais do mundo!

Então, bora conhecer as modalidades de intercâmbio em Portugal, e os programas para o fazer em Lisboa?

Você pode aplicar para trabalhar em empresas portuguesas e até ingressar em uma universidade de Portugal.

Work Experience IE Portugal

O Programa Work Experience é um programa de intercâmbio em Portugal que tem duração de 6 meses.

É direcionado para estudantes universitários matriculados em faculdades no Brasil.

Além disso, o candidato precisa ter idade entre 18 e 35 anos e nível de inglês intermediário.

As vagas de trabalho são em hotéis em Lisboa ou em outros lugares de Portugal, e as funções são housekeeping, restaurante/bar, cozinha/copa.

A carga horária de trabalho é de 8 horas por dia. Mas há possibilidade de horas extras de acordo com o empregador.

A remuneração é de 770 EUR por mês, que é mais do que o salário mínimo em Portugal.

A acomodação fica por conta do candidato, mas a IE ajuda a conseguir uma acomodação nos primeiros 30 dias.

É muito importante saber que precisa estar com a acomodação reservada para aplicar para o visto.

Intercâmbio em Portugal com universidade em Lisboa

Outra opção do que fazer em Lisboa é cursar um curso de Graduação, Mestrado, MBA e Pós-graduação em Portugal

A cidade de Lisboa tem duas opções de universidades renomadas:

  1. Universidade de Lisboa

É muito procurada por brasileiros que desejam estudar em Portugal.

Cada ciclo de estudo possui um modelo de ingresso diferente. Por exemplo, no 1° ciclo é oferecido licenciatura e mestrado integrado.

Alguns dos cursos mais buscados na Universidade de Lisboa são:

  • Arquitetura
  • Gestão e Ciências da Arte e do Patrimônio
  • Engenharia elétrica
  • Dança
  • Engenharia de Computadores
  1. Universidade Nova de Lisboa

Oferece quase 30 cursos de licenciatura, 117 mestrados integrados, 82 programas para doutorado e possui aproximadamente 20 mil alunos.

Cerca de 10% do total são de estudantes estrangeiros que decidem morar em Portugal. 

Para se candidatar, é necessário que seja realizado o cadastro no site da faculdade e é possível usar a nota do ENEM.

Alguns dos cursos oferecidos pela Universidade Nova de Lisboa são:

  • Gestão
  • Direito
  • Finanças
  • Economia
  • Saúde Pública

Consulte nossos especialistas para um planejamento mais detalhado sobre como e onde estudar durante o intercâmbio para Portugal.

Planeje sua viagem com a IE e vivencie tudo o que fazer em Lisboa

Intercâmbio em Portugal

Morar em Portugal é uma oportunidade de conhecer muitas cidades além de Lisboa e aproveitar qualidade de vida, segurança e instituições de ensino de qualidade.

Então agora que você já sabe o que fazer em Lisboa, que tal planejar o seu intercâmbio para estudar ou trabalhar nas cidades portuguesas? Conheça os nossos programas exclusivos!

Receba nossas novidades